Páginas

Pesquisar este blog

10/02/21

 

Coveiros são presos por cobrar para remover corpos 'frescos' a fim de abrir espaço a outros cadáveres

Por: Fernando Moreira

Coveiros removem caixão e queima provas para liberar espaço a outro defunto em cemitério na Itália
Coveiros removem caixão e queima provas para liberar espaço a outro defunto em cemitério na Itália Foto: Reprodução
 Foto: Reprodução

A polícia prendeu três coveiros de um cemitério na Calábria acusados ​​de remover ilegalmente corpos de túmulos - alguns deles ainda "frescos" - para abrir caminho para novos cadáveres, enquanto o país luta contra a falta de espaço para sepultamento, especialmente depois da pandemia de Covid-19.

De acordo com investigadores, os detidos exigiam dinheiro de parentes enlutados para que o falecido pudesse ter o seu "repouso eterno" no cemitério local de Tropea, um balneário perto de Vibo Valentia.

Os três homens, flagrados por câmeras ocultas instaladas pela polícia no cemitério, foram acusados ​​de formação de quadrilha, violação grave, profanação de túmulo, eliminação ilícita de resíduos especiais de cemitério e peculato.

"As imagens de vídeo nos permitiram documentar como esses três homens, sem escrúpulos, extraíram cadáveres de sepulturas", disse um comunicado da polícia, citado pelo Guardian. "Alguns desses corpos estão mortos há muitos anos, enquanto outros ainda não foram decompostos", acrescentou

Coveiros (em destaque) removem caixão para liberar espaço a outro defunto em cemitério na Itália
Coveiros (em destaque) removem caixão para liberar espaço a outro defunto em cemitério na Itália Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A polícia começou a investigar o caso no ano passado, quando começou a se espalhar a notícia de atividades ilegais no cemitério e da possibilidade de conseguir uma vaga no cemitério por uma taxa extra. Um morador foi à polícia quando, após visitar o cemitério para ver o túmulo de um de seus parentes, viu que havia sido substituído por outro.

Segundo os investigadores, os suspeitos quase sempre operavam à noite, durante as horas em que o cemitério estava fechado ao público. Os caixões foram abertos com uma picareta, os cadáveres foram arrancados e as joias removidas com serras e martelos. Um vídeo mostra corpos sendo postos em sacos plásticos pretos e jogados em latas de lixo ou mesmo queimados.

fonte:https://extra.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário