Páginas

Pesquisar este blog

10/02/21

 

Duelo pelo G-8

Corinthians enfrenta hoje o Athletico-PR, a partir das 21h30, na Neo Química Arena

por FolhaPress


Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Treino do Corinthians: com 48 pontos, o Timão ocupa a oitava colocação do Nacional

O Corinthians entra em campo nesta quarta (10) para um duelo que considera fundamental na briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores. Bater o Athletico-PR, a partir das 21h30, na Neo Química Arena, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, será um passo importante para obter a classificação.

O jogo vai opor em Itaquera duas equipes com o mesmo objetivo. Por isso, além de se aproximar da meta, os comandados de Vagner Mancini terão a chance de afastar da disputa um adversário direto.

Com 48 pontos, o Timão ocupa a oitava colocação do Nacional. Por causa dos resultados da própria Libertadores e da Copa do Brasil, a faixa da tabela que assegura presença no principal torneio sul-americano em 2021 hoje vai justamente até o oitavo lugar.

O Athletico-PR soma 46 pontos e tem uma partida a mais. Após o confronto na zona leste paulistana, terá só mais três rodadas a cumprir no Nacional, motivo pelo qual precisa triunfar para manter chances reais. É justamente o que os donos da casa esperam evitar.

"Temos consciência de que vai ser o jogo mais importante. Podemos abrir vantagem e nos firmar de vez na oitava posição. A vaga na Libertadores passa muito por esse jogo. Não podemos oscilar agora", afirmou Fábio Santos.

O lateral alvinegro falou em oscilação porque sua equipe não vem apresentando um desempenho regular. Nas últimas cinco partidas, o time preto e branco levou 4 a 0 do Palmeiras, fez 3 a 0 no Sport e perdeu para Bragantino e Bahia antes de derrotar o Ceará.

"Agora é hora de pensar no Athletico. Estamos no final do campeonato, e a sequência não é fácil. Sabemos que precisamos da vitória. É confronto direto. Depois vemos o que precisa ser feito", acrescentou.

O adversário da noite vive uma sequência positiva. Depois de superar Flamengo e Ceará, o Furacão empatou com o líder Internacional. Houve apenas uma derrota nas últimas nove rodadas, o que tornou possível sonhar com a Libertadores.

O duelo também deverá marcar o reencontro de Jadson com o Timão, do qual foi dispensado em 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário