Páginas

Pesquisar este blog

03/02/21

Polícia prende acusado de agredir ex-mulher com facada no rosto

Pode ser uma imagem de ao ar livre

Foto: Polícia Civil
Crime ocorreu no dia 24 de janeiro, durante uma confraternização familiar; vítima também teve rompimento do tendão do braço ao defender a filha
REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI de O Imparcial de Presidente Prudente
A Polícia Militar prendeu ontem, um homem de 50 anos acusado de agredir a ex-mulher com facadas no rosto e braço. O crime ocorreu no dia 24 de janeiro, em Teodoro Sampaio, no entanto, somente foi divulgado na segunda-feira depois da prisão do investigado.
De acordo com o delegado Edmar Rogério Dias Caparroz, a vítima tem 49 anos e disse que naquela data estava com os dois filhos na residência do irmão do autor, onde ocorria uma confraternização familiar. Eles estavam separados há um mês, término que não era aceito pelo indivíduo.
A mulher afirma que não sabia que o encontraria na casa, e que foi surpreendida com sua presença.
Conforme o relato da vítima, ela estava sentada ao lado dos filhos, fruto de outro relacionamento, quando o homem passou por ela e foi ao banheiro. Enquanto retornava, ele a agrediu com uma facada no lado esquerdo rosto, o que causou um corte profundo.
Conforme o boletim de ocorrência, o autor ainda tentou acertar a filha da vítima, mas a mulher colocou o braço na frente e foi atingida por um segundo golpe que rompeu o tendão do braço.
De imediato, ela foi socorrida ao hospital de Primavera onde foi medicada. Depois do crime, o homem fugiu e até então não tinha sido mais visto. No dia seguinte, a mulher compareceu à Delegacia de Polícia Civil e comunicou o fato às autoridades.
“Foi feita documentação de medida protetiva de urgência em favor dela. Nessa cautelar, de medida protetiva, foi deferida a prisão preventiva do autor, que foi cumprida ontem”, afirma Caparroz.
Detido após denúncia
Segundo a Polícia Militar, a equipe fazia patrulhamento por Teodoro Sampaio quando recebeu denúncia de que o homem havia sido visto em frente a uma residência na Rua Manoel Alexandre Sobrinho. Ao ver a polícia, o autor tentou entrar na residência, mas foi abordado e conduzido ao distrito policial.
No depoimento prestado ao delegado, ele relata que durante a confraternização, a ex-mulher chegou ao imóvel e tiveram uma rápida discussão. Depois disso, ela o teria agredido e, para se defender, pegou uma faca e acabou golpeando a vítima.
Após cometer o ato, conta que fugiu e ficou escondido às margens do Rio Paranapanema, mas que depois voltou para a casa.
“Vamos ouvir testemunhas para apurar as circunstâncias da agressão. Estamos também aguardando os laudos para ver a gravidade das lesões da vítima”, explica Caparroz. Por enquanto, o crime é tratado como lesão corporal, mas pode ser que no curso do inquérito, seja alterado para tentativa de homicídio, conforme informado pela Polícia Civil.
Depois da prisão, o homem foi encaminhado ao CDP (Centro de Detenção Provisória) de Caiuá. Até o momento, a arma do crime não foi encontrada, uma vez que o homem dispensou durante a fuga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário