Páginas

Pesquisar este blog

12/02/21

 

Residente de asilo de luxo, idoso de 95 anos mata funcionário a tiro

Por: Fernando Moreira 

Okey Payne em tribunal
Okey Payne em tribunal Foto: RFeprodução/CBS
Foto: RFeprodução/CBS

Okey Payne, um idoso de 95 anos que vivia em um asilo de luxo em Lafayette (Colorado, EUA), matou a tiro na semana passada um funcionário da casa de repouso.

Ricardo Medina-Rojas, de 44 anos, foi atingido na cabeça e morreu um dia depois, após ser levado a hospital da região, contou o "NY Daily News". Ele foi acusado por Okey de ter roubado dele US$ 200. Após balear o funcionário, o idoso ameaçou com a arma duas pessoas que tentavam ajudar a vítima.

A primeira audiência do caso, em tribunal de Boulder (Colorado), foi realizada na quarta-feira (10/2). Okey, que tem sério problema de audição, chegou ao local de cadeira de rodas. O reú teve que ler uma transcrição em tempo real do processo judicial em um laptop no tribunal.

Em depoimento, o idoso disse à polícia que funcionários do asilo o vinham roubando desde outubro de 2019 e que ele também confrontara outro empregado por causa do desaparecimento dos US$ 200 dois dia antes de atirar em Ricardo, conforme noticiou a agência AP.

Durante o procedimento, em que os investigadores tiveram que escrever suas perguntas, Okey contou que estava sentado no saguão pensando em maneiras de chamar atenção e impedir os roubos quando viu Ricardo chegando para trabalhar e decidiu atirar nele.

Okey foi indiciado por homicídio qualificado (doloso).

fonte:extra.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário