Páginas

Pesquisar este blog

18/02/21

Todos os hospitais de Prudente estão com 100% dos leitos de UTI ocupados

Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas, pessoas em pé, pessoas sentadas, área interna e escritório

Foto: Mariana Padovan/Secom
Diante do cenário, prefeito Ed Thomas endureceu medidas para conter disseminação do vírus e planeja lockdown se não houver resultados

PRUDENTE - DA REDAÇÃO de O Imparcial de Presidente Prudente
O prefeito de Presidente Prudente, Ed Thomas (PSB), convocou nesta quarta-feira uma reunião de emergência para tratar sobre a situação dos leitos hospitalares para tratamento de pacientes infectados pela Covid-19. A ocupação atual é de 100% dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Covid em todos os hospitais do município.
Para tentar minimizar a disseminação do vírus, o chefe do Executivo determinou a ampliação do horário de fiscalização por parte dos agentes da Visa (Vigilância Sanitária). Agora, o trabalho se estenderá até a madrugada, com o objetivo de coibir aglomerações, sobretudo em festas e eventos clandestinos.
O serviço de atendimento 156 também passará a ter plantão noturno, recebendo denúncias e direcionando tanto para a Vigilância quanto para a Polícia Militar. “A situação é muito preocupante, e o que mais nos chama a atenção é o número de adolescentes e jovens internados por Covid-19, o que é um reflexo das festas e eventos clandestinos. É o momento de cada um assumir a sua responsabilidade para revertermos este quadro”, pontuou o chefe do Executivo.
Durante a reunião, também foi definido que o município buscará viabilizar a abertura de 10 leitos de terapia intensiva na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Conjunto Habitacional Ana Jacinta, contribuindo para desafogar o sistema de saúde. A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) já está em busca de equipamentos e, em conjunto com o Ciop (Consórcio Intermunicipal do Oeste Paulista), remanejará equipes para possibilitar a abertura desses leitos.
Ed Thomas disse ainda que, se essas medidas não forem suficientes para diminuir os indicadores, poderá tomar medidas mais enérgicas, como o lockdown entre as 20h e as 6h, e também durante os fins de semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário