Páginas

Pesquisar este blog

09/03/21

 

Alto astral

Pablo exalta Crespo como atacante e técnico e diz estar com confiança renovada

Rubens Chiri/saopaulofc.net

Após ser reserva, Pablo celebra ter sequência de jogos no São Paulo e voltar a fazer gols

Voltando a ganhar chances no São Paulo, Pablo está motivado com o início de trajetória de Hernán Crespo pelo clube. O atacante não esconde a empolgação por trabalhar com o argentino que ele viu jogar quando era criança e garante estar de confiança renovada após amargar o banco de reservas durante parte do Campeonato Brasileiro.

"Eu vinha jogando menos, agora estou muito feliz que estou jogando, desde contra o Flamengo", comentou o atacante. A sequência atual de Pablo começou com a rodada final do Brasileirão, quando ele marcou um dos gols da vitória sobre o Flamengo, que viria a ficar com o título ao fim daquela partida, disputada no dia 25.

Já contratado pelo São Paulo, Crespo assumiu o time na rodada de abertura do Campeonato Paulista, contra o Botafogo. Nas três partidas em que o treinador comandou a equipe, Pablo marcou dois gols e registrou uma assistência.

"Os gols geram mais confiança, ainda mais para o atacante. Isso tudo vai te dando mais tranquilidade, você fica confortável para jogar e fica feliz, que é o principal. É o que mais penso, tenho que estar bem fazendo meu trabalho, me dedicando no dia a dia e concentrado. E isso vai te gerando cada vez mais confiança", afirmou.

Para Pablo, a boa fase tem relação com o trabalho de Crespo, a quem admirava na infância. "Ter Crespo, um número nove (quando jogador), como treinador, está sendo muito legal. O Crespo é um cara que marcou minha infância. Ter essa figura dele ali com a gente, ensinando, passando confiança, mostrando o caminho, é muito bom", comemorou o atacante.

Esportes

Alto astral

Pablo exalta Crespo como atacante e técnico e diz estar com confiança renovada

09/03/2021 - 05h00

Rubens Chiri/saopaulofc.net

Após ser reserva, Pablo celebra ter sequência de jogos no São Paulo e voltar a fazer gols

Voltando a ganhar chances no São Paulo, Pablo está motivado com o início de trajetória de Hernán Crespo pelo clube. O atacante não esconde a empolgação por trabalhar com o argentino que ele viu jogar quando era criança e garante estar de confiança renovada após amargar o banco de reservas durante parte do Campeonato Brasileiro.

"Eu vinha jogando menos, agora estou muito feliz que estou jogando, desde contra o Flamengo", comentou o atacante. A sequência atual de Pablo começou com a rodada final do Brasileirão, quando ele marcou um dos gols da vitória sobre o Flamengo, que viria a ficar com o título ao fim daquela partida, disputada no dia 25.

Já contratado pelo São Paulo, Crespo assumiu o time na rodada de abertura do Campeonato Paulista, contra o Botafogo. Nas três partidas em que o treinador comandou a equipe, Pablo marcou dois gols e registrou uma assistência.

"Os gols geram mais confiança, ainda mais para o atacante. Isso tudo vai te dando mais tranquilidade, você fica confortável para jogar e fica feliz, que é o principal. É o que mais penso, tenho que estar bem fazendo meu trabalho, me dedicando no dia a dia e concentrado. E isso vai te gerando cada vez mais confiança", afirmou.

Para Pablo, a boa fase tem relação com o trabalho de Crespo, a quem admirava na infância. "Ter Crespo, um número nove (quando jogador), como treinador, está sendo muito legal. O Crespo é um cara que marcou minha infância. Ter essa figura dele ali com a gente, ensinando, passando confiança, mostrando o caminho, é muito bom", comemorou o atacante.

O jogador revelou a orientação do argentino quanto ao seu posicionamento em campo. "Ele pede para eu ficar mais parado na área mesmo, quer que o Luciano faça mais essa movimentação. Com o Fernando (Diniz) a gente tinha mais mobilidade. Não que ele não goste disso, ele também gosta, mas já deixou claro que é para eu ficar perto do gol, fazendo gol. Ficando mais tempo na área você vai ter mais possibilidade de fazer gol. Quer que eu fique mais entre os zagueiros, o mais próximo possível do gol", explicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário