Páginas

Pesquisar este blog

26/03/21

“Melhor forma de erradicar a miséria é dar dinheiro para o pobre”, diz Guedes no Senado

Pode ser uma imagem de 1 pessoa

Ministro da Economia avaliou que Brasil enfrentou duas guerras com as duas ondas da pandemia, em audiência pública com a Comissão Temporária da Covid-19 do Senado Federal
O ministro da Economia, Paulo Guedes, participou de audiência pública no Senado Federal nesta quinta-feira. O diálogo fez parte das ações da Comissão Temporária da Covid-19. Sabatinado sobre as estratégias econômicas na pandemia, Guedes comentou sobre o auxílio emergencial, o enfrentamento do governo ao vírus e outros temas.
Nas falas iniciais, o ministro criticou as políticas econômicas dos governos anteriores à gestão de Bolsonaro no que se refere à assistência social.
“Tivemos que ter uma pandemia para aprender que o dinheiro tem que ir para o pobre sem um intermediário. Os intermediários são essas aparelhagens políticas do país, que, ao invés de dar o dinheiro direto para quem precisa, o mesmo ia para as corporações, sindicatos, grupos políticos que se elegem.”
O senador Jean Paul Prates levantou que as medidas sanitárias foram desrespeitadas e ridicularizadas pelo governo federal, o que prejudicou o Brasil em diversos campos ao longo de 2020.
“Quase como uma guerra ideológica. Só porque o petista usa máscara eu vou tirar a máscara, porque fulano preconizou o isolamento social, eu vou dizer que não precisa. Esse processo com certeza não foi uma vitória na primeira guerra e nem será na segunda. Tanto que o pessoal que fazia isso percebeu e mudou de hábitos.”
O ministro opinou que o país viveu “duas guerras” com as duas ondas de casos e óbitos em decorrência da Covid-19, mas pontuou que a economia começava a apresentar retornos positivos no fim de 2020.
Paulo Guedes ainda disse que o Brasil pode fazer um trabalho muito importante na assistência social com a criação de um fundo de renda básica.
NOTA
O ministro da Economia, Paulo Guedes, participou de audiência pública no Senado Federal nesta quinta-feira. O diálogo fez parte das ações da Comissão Temporária da Covid-19. Sabatinado sobre as estratégias econômicas na pandemia, Guedes comentou sobre o auxílio emergencial, o enfrentamento do governo ao vírus e outros temas.
O ministro opinou que o país viveu “duas guerras” com as duas ondas de casos e óbitos em decorrência da Covid-19, mas pontuou que a economia começava a apresentar retornos positivos no fim de 2020.
Paulo Guedes ainda disse que o Brasil pode fazer um trabalho muito importante na assistência social com a criação de um fundo de renda básica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário