Páginas

Pesquisar este blog

16/03/21

 Remédios mais vendidos no Brasil podem piorar problema na visão; saiba quais são!


O GOVERNO FEDERAL AUTORIZOU UM NOVO REAJUSTE NO PREÇO DOS REMÉDIOS. O AUMENTO É DE ATÉ 4,88%.  MAIS DE 19 MIL PRODUTOS VÃO FICAR MAIS CAROS A PARTIR DE AGORA. O AJUSTE DE PREÇOS CHEGOU 15 DIAS ANTES DO ESPERADO.  NORMALMENTE O AUMENTO ANUAL OCORRE EM 31 DE MARÇO.  EM JUNHO DO ANO PASSADO, O REAJUSTE FOI DE ATÉ 5,21%.  EM PARALELO, O CONSELHO NACIONAL DE POLÍTICA FAZENDÁRIA DECIDIU QUE MEDICAMENTOS E MATERIAIS DE SAÚDE CONTINUARÃO A PAGAR MENOS ICMS, IMPOSTO ARRECADADO PELOS ESTADOS.  O ARGUMENTO É QUE SE OS BENEFÍCIOS NÃO FOSSEM ESTENDIDOS, UMA SÉRIE DE ITENS TERIA AUMENTO EXPRESSIVO DE PREÇOS A PARTIR DE ABRIL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário