Páginas

Pesquisar este blog

08/03/21

Pfizer vai entregar 14 milhões de doses até junho, diz governo


O Brasil poderá receber até 14 milhões de doses de vacinas da Pfizer até junho, disse nesta segunda-feira, 8, Airton Cascavel, assessor especial do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Na conversa com jornalistas, o representante estava acompanhado do ministro da Economia, Paulo Guedes.

A entrega excede em 5 milhões o número de doses inicialmente previsto entre as partes para os primeiros seis meses do ano.

Cascavel afirmou que "a Pfizer tinha 2 milhões em maio e 7 milhões em junho. Isso foi proposta garantida pelo presidente [da empresa]. Primeiro ele antecipa 5 milhões. Tínhamos 9 milhões, 2 em maio e 7 em junho. Esses 5 milhões deverão ser divididos parte em maio, parte em junho. Ou seja, maio e junho, Pfizer, 14 milhões de doses", afirmou. O interesse de compra — divulgado na quarta-feira, 3, — fala em 100 milhões de doses até o final do ano. Cascavel, hoje, citou 99 milhões de doses. Na conversa, Paulo Guedes afirmou que o acordo está fechado. "Agora eles vão escrever", declarou.

A antecipação foi possível, afirmou Guedes, porque a farmacêutica aumentou sua capacidade de produção global de 1,5 milhão de doses por dia para 5 milhões no mesmo período.

A vacina da Pfizer é a única que conta com registro definitivo junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A monta deve se juntar aos outros mais de 200 milhões de doses prometidos para o país até o meio do ano. A conta leva em consideração todos os acordos firmados — e em andamento — pelo Ministério da Saúde.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário