Páginas

Pesquisar este blog

11/03/21

Receita Federal apreende mercadorias avaliadas em R$ 100 mil

Pode ser uma imagem de texto que diz "A RECEITA FEDERAL 220V MOM 2"

Foto: Receita Federal

Ação ocorreu na sede de uma transportadora em Presidente Prudente, alvo de denúncia
PRUDENTE - DA REDAÇÃO de O Imparcial de Presidente Prudente
Ontem, o serviço de repressão aduaneira da Receita Federal em Presidente Prudente apreendeu mercadorias fruto de crime de descaminho pertencentes a empresas que se utilizam de outras empresas chamadas noteiras. A apreensão se deu em uma transportadora da cidade. Durante a fiscalização, além da interceptação do transporte ilegal, foi detectada outra empresa também com volumes suspeitos.
A fiscalização local teve início depois de a equipe da Delegacia da Receita Federal ter sido acionada pela Direp (Divisão de Repressão Aduaneira) da 9ª Região Fiscal. O objetivo foi a interceptação carga de eletrônicos que estavam sob o controle de transportado do município.
As Direp são equipes subordinadas às Superintendências de cada Região Fiscal, em um total de 10 no país, cujas funções, assim como a equipe local em Presidente Prudente, é a fiscalização, investigação e a repressão de crimes aduaneiros. A Direp da 9ª Região Fiscal compreende os Estados do Paraná e Santa Catarina.
Empresas noteiras
O transporte das mercadorias estava sendo realizado por meio de documentos fiscais emitidos por empresas chamadas noteiras. Estas são empresas que existem com o objetivo de emitir notas fiscais falsas, também conhecidas por empresas fantasmas, laranja ou de fachada.
Ao comparecer ao local indicado, a equipe de fiscalização conseguiu interceptar o carregamento e ainda localizou outros volumes suspeitos de outra empresa, cuja ação também configura crime de descaminho e falsificação de documento, por estar de posse de mercadorias estrangeiras com documentos fiscais oriundos de noteiras.
Dentre os diversos produtos apreendidos, foram 800 kg em mercadorias, equivalente a um total de R$ 100 mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário