Páginas

Pesquisar este blog

08/03/21

Skin icing: gelo como truque de beleza gera burburinho na web

 

Reprodução / Shutterstock

Passar gelo na pele é a nova moda de 
skincare! A 'Skin icing', técnica que viralizou no Tik Tok, consiste em aplicar gelo após uma noite de sono para deixar a pele mais firme e reduzir seu inchaço. Para saber a veracidade do método conversamos com a dermatologista Dra. Bárbara Carneiro:

Cuidados

O gelo é indicado para pessoas sem nenhum tipo de lesões no rosto, ou seja, aqueles com a pele sensível ou com acne severa não é recomendável de forma alguma esse procedimento. Além disso, é sempre importante aplicar o gelo embrulhado em algum anteparo, como tecidos de algodão limpo.

"É importante ressaltar que as pessoas não devem colocar o gelo diretamente na pele, uma vez que o contato pode ocasionar queimaduras graves", explica a doutora. 

Benefícios

Sim, ele ajuda a reduzir o inchaço após uma boa noite de sono. A aplicação correta do gelo na região das olheiras pode ajudar muito a área a desinchar. Fazer movimentos circulares ajudam a fazer uma drenagem na região, diminuindo o inchaço.

A dermatologista explica que o gelo provoca uma diminuição da oleosidade e do edema (inchaço causado por excesso de líquido retido nos tecidos do corpo). Ele também provoca uma vasoconstrição (diminuição do diâmetro dos vasos sanguíneos), o que diminui a irritação e a alergia na pele.

A aplicação pode ser feita todos os dias e em todas as áreas do rosto, mas geralmente é  mais comum na área dos olhos para combater o inchaço matinal.

Alternativas para quem possui pele sensível

Para aqueles que não podem aplicar o gelo na pele, existem algumas opções menos agressivas para desinchar.

Lavar o rosto de manhã com água bem gelada pode se tornar uma alternativa bem eficaz para substituir o gelo. Outra dica é depois do banho, uma ducha de água bem gelada no couro cabeludo e no rosto ajuda a diminuir a produção da oleosidade.

"Fazer isso antes da maquiagem também é ótimo, visto que aumenta sua durabilidade", ressalta a doutora.

Consultoria: Dra. Bárbara Carneiro – dermatologista e membro da Associação Brasileira de Medicina Estética (ABME).

Nenhum comentário:

Postar um comentário