Páginas

Pesquisar este blog

11/03/21

Testagem em massa identifica 91 detentos e três servidores da Penitenciária de Flórida Paulista com o novo coronavírus


Foto: Reprodução/TV Fronteira


Resultado foi informado pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) nesta quarta-feira (10). Ação foi realizada após surto da doença que levou à suspensão das visitas presenciais.
Por G1 Presidente Prudente
A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informou os resultados da testagem em massa realizada em detentos e funcionários da Penitenciária de Flórida Paulista para detectar infecções pela Covid-19. Segundo os dados divulgados nesta quarta-feira (10), 94 pessoas foram diagnosticadas com o novo coronavírus.
A ação foi motivada após um surto da doença na unidade no mês passado, que resultou na suspensão das visitas presenciais nas unidades de Flórida Paulista e Caiuá.
"Em 4 de fevereiro foi realizado, em parceria com a Vigilância Epidemiológica de Flórida Paulista, 49 testes Swab para Covid-19 na Penitenciária do município. Na ocasião, alguns presos apresentaram sintomas e a realização dos testes foi solicitada. Desses, 42 testaram positivo", afirmou a SAP.
Depois desse surto, a secretaria explicou que foi feita a testagem em massa na unidade, porém somente este mês, nos dias 3 e 4. "De um total de 1.625 pessoas, sendo 1.503 de presos e 122 de servidores, 1.412 sentenciados e 119 servidores testaram negativo", informou a SAP. Ou seja, 91 presos e três servidores foram identificados com a Covid-19.
A pasta estadual ressaltou que "os cuidados com a população prisional, adotados nos presídios em todo o estado desde o início da pandemia, têm sido efetivos: a taxa de recuperados entre os custodiados está em 97,72% e o índice de letalidade, de 0,30%, está muito abaixo da população não privada de liberdade".
Surto de casos de Covid-19 leva Secretaria da Administração Penitenciária a suspender visitas em presídios da região de Presidente Prudente
Protocolos
A SAP explicou que nos casos suspeitos entre os presos, o paciente é isolado e a Vigilância Epidemiológica local é contatada. “Os servidores em contato com o paciente devem usar mecanismos de proteção padrão, como máscaras e luvas descartáveis. Se confirmado o diagnóstico, além de continuar seguindo os procedimentos indicados, o preso será mantido em isolamento na enfermaria durante todo o período de tratamento”, disse a secretaria.
Foi informado também que todo servidor com suspeita de diagnóstico de Covid-19 “está devidamente afastado sob medidas de isolamento em sua residência, conforme orientações do Comitê de Contingência do coronavírus e a Secretaria acompanha seu quadro clínico, fornecendo todo o suporte necessário para a recuperação”.
O programa de testagem em massa de servidores e presos foi implementado em junho de 2020, por meio de ações conjuntas com a Secretaria de Estado da Saúde, Instituto Butantan, prefeituras e outras instituições. Até o momento, em todo o estado, foram testados 20.334 servidores e 145.560 custodiados.
Casos de coronavírus em Flórida Paulista
Até esta quarta-feira (10), o município de Flórida Paulista registrou 467 casos positivos de Covid-19, sendo divulgadas 125 confirmações somente no boletim epidemiológico mais recente. O salto de pessoas infectadas, segundo a Vigilância Epidemiológica, foi a inclusão dos resultados da testagem em massa na Penitenciária de Flórida Paulista.
Do total de infectados, foram confirmadas quatro mortes pela doença. Casos curados estão em 437. O município ainda aguarda os resultados de 32 exames.

Nenhum comentário:

Postar um comentário