Páginas

Pesquisar este blog

08/03/21

Tríplice coroa! Palmeiras bate o Grêmio de novo e conquista tetra da Copa do Brasil

Pode ser uma imagem de 12 pessoas

Foto: Marcos Ribolli
Título encerra temporada excelente do Verdão, campeão também do Paulistão e da Libertadores; Tricolor perde a chance de se tornar o maior vencedor do torneio ao lado do Cruzeiro
Verde é a cor de 2020!
Pode gritar, torcedor do Palmeiras. A Copa do Brasil é sua pela quarta vez! O título, conquistado neste domingo com uma vitória incontestável por 2 a 0 sobre o Grêmio, com gols de Wesley e Gabriel Menino, no Allianz Parque, em São Paulo (tinha vencido por 1 a 0 em Porto Alegre), tem um sabor especial. Sabor de tríplice coroa, algo que não acontecia desde 1993, com as conquistas do Paulistão, do Rio-São Paulo e do Brasileirão. E dessa vez, o peso dos três títulos é ainda maior. Somada à Copa do Brasil e ao Paulistão está a Libertadores da América, uma obsessão do palmeirense. Mas tem mais. Para dar uma noção ainda mais exata do tamanho do feito na Copa do Brasil, o Verdão desbancou em dois jogos o Grêmio, que, em caso de título, poderia se tornar, ao lado do Cruzeiro, o maior campeão do torneio, com seis conquistas. 2020, definitivamente, foi a temporada mais verde dos últimos tempos.

 (Foto: Getty Images)

O tetra!
Com a conquista da Copa do Brasil de 2020 sobre o Grêmio, o Palmeiras chega a quatro títulos da competição. O primeiro deles foi em 1998, contra o Cruzeiro, atualmente o maior campeão do torneio. Depois, em 2012, o Verdão bateu o Coritiba na final. E em 2015, nos pênaltis, venceu o rival Santos.
Cofre cheio
Conquista da Copa do Brasil faz o Palmeiras atingir R$ 200 milhões em premiações em 2020
Próximos jogos
Terminada, enfim, a temporada de 2020, Palmeiras e Grêmio se concentram agora em 2021. O Verdão volta a campo na quinta-feira, contra o São Caetano, às 19h, no Allianz Parque, em jogo atrasado da primeira rodada do Paulistão. Com o vice-campeonato da Copa do Brasil, o Grêmio ficou sem a vaga na fase de grupos da Libertadores. O que faz o Tricolor estrear na segunda fase, já com um mata-mata e na próxima quarta-feira, em Porto Alegre, contra o peruano Ayacucho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário