Páginas

Pesquisar este blog

08/04/21

Prefeituras indicam Ivermectina para tratar Covid-19

Pode ser uma imagem de remédio

Alguns médicos observam que o uso do medicamento tem surtido efeito no tratamento de seus pacientes, mas autoridades de saúde afirmam que estudos não são suficientes para comprovar eficácia
Na busca pelo tratamento precoce de pacientes com Covid-19, diversas prefeituras estão indicando Ivermectina para suas populações, dentre elas Uberlândia (MG), Chapecó (SC) e Macapá (AP) são alguns exemplos.
No entanto, autoridades de saúde como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária e a Organização Pan-Americana da Saúde não indicam o medicamento para tratar Covid-19.
Para o neurocirurgião Paulo Porto, o médico deve ter autonomia para prescrever o que achar necessário para o tratamento do paciente.
“O paciente tem o direito de ser tratado imediatamente quando a suspeita clínica é feita. É assim quando a gente suspeita de pneumonia; é assim quando a gente suspeita de câncer. A gente não pode perder tempo com doença nenhuma. Com a Covid-19 é a mesma coisa.”
Para médica da Atenção a Urgência e Emergência de Uberlândia, Carolina de Oliveira, a Ivermectina é um medicamento considerado promissor, mas os estudos ainda não são suficientes para comprovar sua eficácia.
“A gente não pode falar que é uma medicação eficaz. E frente a essas informações é necessário muita cautela e orientação de seu uso, porque ela pode ter complicações. Não é conveniente fazer o abuso, a automedicação, o uso indiscriminado, sem ser prescrito.”
A Associação de Medicina Intensiva Brasileira faz uma série orientações e recomendações sobre a Covid-19; como o uso de máscara, tratamento precoce da doença, entre outros. Para conferir, acesse: amib.org.br.
Reportagem, Paloma Custódio

Nenhum comentário:

Postar um comentário