Páginas

Pesquisar este blog

05/04/21

 

Na Flórida, a vida volta ao normal, mas cuidados continuam

3,3 milhões receberam as duas doses das vacinas. Entre os imunizados, está um grande número de brasileiros


Estadão Conteúdo/Redação Folha Vitória


O Estado da Flórida, no sul dos Estados Unidos, vai começar na segunda-feira a vacinar os moradores maiores de 18 anos. De acordo com os dados mais recentes divulgados pelo governo local, cerca de 6 milhões de pessoas já foram vacinadas no Estado. Desse total, 3,3 milhões receberam as duas doses das vacinas. Entre os imunizados, está um grande número de brasileiros.

A carioca Carolina Amaral de Sá, de 37 anos, mora em Miami há 15 anos e recebeu a primeira dose do imunizante no dia 21 de março.

A segunda dose está programada para 11 de abril e ela está animada, mas afirma que não pretende se livrar da máscara e das medidas de higiene adotadas durante a pandemia. "Mesmo imunizada, não pretendo parar de usar máscara, nem o álcool gel e desinfetar objetos. Já me adaptei à essa realidade e não sei se quero voltar atrás. Acho que não conseguiria sair sem máscara."

Carolina diz sentir falta do movimentado cenário cultural da cidade. "As atividades culturais estão voltando aos poucos e isso me deixa feliz. Sou casada com um produtor de teatro, adoramos ir a shows, peças de teatro e não vemos a hora de voltar a fazer tudo isso."

Miami e as cidades de seu entorno já respiram uma certa normalidade. Restaurantes estão abertos, turistas estão de volta à cidade, praias estão lotadas.

Mas os especialistas alertam que é preciso manter os cuidados, já que os casos de covid-19 estão aumentando. A média é de 6 mil novos casos de contágio por dia e cerca de 70 mortes relacionadas à covid-19.

O brasileiro Bruno Di Giorgio, de 41 anos, que mora em Fort Lauderdale, é proprietário de uma clínica dentária onde sua mulher atua. O casal já foi vacinado e está levando uma vida praticamente normal, indo a restaurantes e lojas. A clínica está funcionando com a capacidade total e os clientes voltaram. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário