Páginas

Pesquisar este blog

24/04/21

 

Thaís lembra os tempos de xepa no 'BBB21' e conta que descobriu uma paixão, a rabada

Thaís recebeu faixa e coroa de ''miss xepa'' do 'BBB21' Foto: Reprodução/Twitter
Luana Santiago
Foto: Reprodução/Twitter

Um fato é indiscutível: ninguém quer ficar na xepa no "Big Brother Brasil 21". Mas como querer não é poder (já que é preciso virar líder ou ser escolhido pelo soberano para usufruir do espaço VIP), alguns participantes acabam ficando boa parte do reality na cozinha com ingredientes nem sempre tão queridos, como rabada, moela e fígado.

— De 11 semanas que fiquei no programa, nove foram na xepa. No início foi mais fácil, mas depois tive vontade de comer algumas coisas diferentes — explica Thaís Braz, já eliminada do "BBB 21", onde virou a “miss xepa”: — Nós fizemos até uma música pra não esquecer os itens básicos, rabada, arroz, ovo e pão... Eles eram os principais. A gente só evitava comprar língua de boi e dobradinha, porque eram mais complexos para cozinhar.

Na cozinha da xepa, participantes comem rabada, fígado e moela
Na cozinha da xepa, participantes comem rabada, fígado e moela Foto: Fabio Rocha/TV Globo/Divulgação

 Foto: Fabio Rocha/TV Globo/Divulgação

Apesar do desejo de comer itens mais caros do mercado do reality, a ex-sister aprendeu a gostar do simples e descobriu até uma nova paixão gastronômica...

— O que eu mais gostava de comer na xepa era a rabada! Amei muito! — conta a goiana, que lembra com carinho da cozinha mais popular da casa, apesar dos perrengues que a dinâmica do “BBB” envolve (como, por exemplo, falta de estalecas, o dinheiro do reality): — Eu amo ser a “miss xepa”! Fui até coroada! A xepa era meu cantinho do carinho no “BBB”. Parecia que eu estava em casa enquanto comia naquela cozinha

Para o jornalista e arquiteto Glauber Brito, os ingredientes da xepa podem ser básicos, porém, não são ruins como muitos brothers dizem no confinamento. Pelo contrário...

— Além de serem itens baratos, eles são ricos em vitaminas necessárias para o dia a dia. Fígado é rico em ferro, por exemplo. Já a rabada tem colágeno, o que é perfeito para a pele — explica o baiano, que ensina receitas com esses ingredientes mais populares em seu canal do YouTube, Champagne com Dendê, e também aqui na página: — O grande segredo são os temperos. No "BBB 21", os participantes na xepa só podem usar sal e cebola, mas, aqui fora, a dica é investir em temperos diversificados para construir o sabor através deles.

No entanto, se não quiser gastar tempo no fogão, dá para pedir um prato de xepa com cara e gosto de VIP, mais requintado, por delivery. Inspirados nas cozinhas do "BBB 21", selecionamos algumas refeições de dar água na boca de restaurantes que entregam em casa (veja abaixo). Não faltam opções de petiscos a pratos principais e até sobremesas, cada uma mais saborosa que a outra.

Ex-BBBs vão curtir

A cozinha do Cortiço Carioca, na Lapa, tem quase tudo da xepa do “BBB 21”: rabada com polenta, agrião e arroz (R$ 54), Mexido Mineiro (R$ 31) e moela com torradas (R$ 28). Entregas pelo iFood ou UberEats.

Fatia com muuuita goiabada

Pizza de goiabada com catupiry e flor de sal do Suburbanos Pizza
Pizza de goiabada com catupiry e flor de sal do Suburbanos Pizza Foto: Alessandra Trotta/Divulgação
O doce do “BBB’’ é a estrela da pizza de goiabada com catupiry e flor de sal (R$ 54,90, seis pedaços) da Suburbanos Pizza, de Campo Grande. Pedidos no iFood, no aplicativo da pizzaria e no suburbanos.com.br.

Mais que feijoada

Bolinho de feijoadaa do Cucina Penna, no Cadeg
Bolinho de feijoadaa do Cucina Penna, no Cadeg Foto: Divulgação
Feijão não serve só para acompanhar o arroz, não. No Cucina Penna, do Cadeg, em Benfica, ele vira um tradicional bolinho de feijoada (R$ 7,90, a unidade). No iFood.


Pratão completo

Preparado com arroz, linguiças de frango e porco, costelinha picada, queijo coalho frito, couve e ovo frito, o Mexido Mineiro (R$ 38) é sucesso na Noo Cachaçaria, na Praça da Bandeira. Delivery disponível pelo 99726-8608, iFood ou Rappi.

Que chique!

Moela com pão do Bar da Frente
Moela com pão do Bar da Frente Foto: Divulgação
O Bar da Frente, na Praça da Bandeira, prova que moela é, sim, uma carne nobre com o No Miudinho (R$ 38,90), uma porção de moela cozida em vinho tinto e molho de tomate, com torradinhas e farofa. Outro item do cardápio nesse clima é o Bolovo, o bolinho frito metade ovo cozido, metade carne moída (R$ 9,90, a unidade). Pedidos pelo 2502-0176 ou pelo iFood.

Rabada em dobro

Rabada é o que não falta no coletivo Taste Lab do NorteShopping. No Katita, da chef Kátia Barbosa, o arroz de rabada (R$ 39) é opção para o almoço. Os pedidos podem ser feitos de quinta a sábado, das 11h às 16h, no Rappi. Já o É Giro tem pastel de rabada (R$ 17,90, 2 unidades). Pedidos no iFood.


Recheio brasileiro

A combinação é clássica, mas o formato é diferente. No Japartiu, em Jacarepaguá, dois harumakis de queijo com goiabada custam R$ 15,90. Pedidos via iFood.

Recomendação de artista

Bolinho de macarrão com queijo do Bar do Momo
Bolinho de macarrão com queijo do Bar do Momo Foto: Divulgação
O Filó (R$ 28), petisco de fígado de boi acebolado com jiló, do Bar do Momo, na Tijuca, é o favorito de Teresa Cristina. A casa tem ainda bolinho frito de macarrão com queijo (R$ 23, 3 unidades) e o seu famoso bolinho de arroz (R$ 8, a unidade). Pedidos no 99872-2636 (WhatsApp) ou no 2570-9389.

Receitas 'Da xepa para o VIP', por Glauber Brito

Cuscuz de milho recheado

Cuscuz de milho por Glauber Brito
Cuscuz de milho por Glauber Brito Foto: Divulgação
Ingredientes

300g de floco de milho (cuscuz) / 300ml de água / 1/2 cebola cortada em cubos / 2 dentes de alho picados / 2 tomates em cubos / 4 linguiças finas cortadas / 2 ovos / 1 colher (sopa) de manteiga / sal e pimenta preta a gosto

Modo de preparo

Numa tigela, coloque o cuscuz, a água e o sal. Misture com a mão e reserve por 10 minutos. Cozinhe o cuscuz no vapor por 20 minutos (dica: coloque o cuscuz sobre uma tampa de vidro virada numa panela com água quente e, depois, forre-o com papel-alumínio). Nesse período, frite a cebola, o alho e a linguiça em fogo baixo. Aumente o fogo e acrescente o tomate e os ovos, temperando com sal e pimenta. Misture tudo até refogar bem e, em seguida, despeje o cuscuz cozido e a colher de manteiga. Misture até a manteiga derreter e sirva em seguida.

Doce de gergelim

Ingredientes

250g de gergelim / 1 copo (requeijão) de farinha de mandioca / 450g de rapadura / 300ml de água / 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo ou cristal

Modo de preparo

Leve o gergelim ao fogo médio. Mexa por 10 minutos sem parar, até torrar as sementes por igual. Deixe a rapadura derreter em uma panela com a água, em fogo médio. No liquidificador, ponha o gergelim torrado e a farinha de mandioca. Bata por 5 minutos, até virar uma farofa. Depois, coloque essa mistura na rapadura derretida e mexa até formar uma pasta. Desligue o fogo e espere esfriar. Sirva gelado.

fonte:https://extra.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário