Páginas

Pesquisar este blog

29/04/21

 

Covid-19: Índia tem fila de corpos à espera de cremação

Por: Fernando Moreira 
Fila de corpos de vítimas da Covid-19 para a cremação coletiva na Índia Foto: Reprodução/The Sun
Foto: Reprodução/The Sun

O cenário da Covid-19 na Índia preocupa o mundo: o país bate seguidas vezes o recorde mundial de número de casos, falta abastecimento de oxigênio para pacientes mais graves, corpos de vítimas estão sendo cremados coletivamente.

A capital, Nova Délhi onde o céu noturno brilha laranja com piras funerárias - é a cidade mais atingida, com 1.777 mortes em cinco dias. Uma imagem chocante publicada pelo jornal britânico "Sun" mostra vários corpos em fila no chão em um calor de 40° C no crematório Shubash Nagar, localizado na capital.

Parentes são vistos cuidadosamente colocando uma vítima na fila sinuosa juntamente de outros cadáveres. Eles estão todos envoltos em mortalhas prontas para a cremação, alguns com flores penduradas no topo. Mais atrás, mais famílias carregando entes queridos são vistos esperando para entrar na fila.

Indianos põe cadáver de parente em fila para a cremação em Nova Délhi Foto: Reprodução/The Sun

Voluntários trabalham 24 horas por dia em cenas angustiantes, que muitas chamam de "esteira rolante da morte". A cena se frepete em cidades por toda a Índia, que enfrenta uma segunda onda devastadora de "tsunami" de infecções. Com a crescente demanda, há falta de carros funerários para o transporte dos mortos. Em Agra, um homem levou o corpo do pai preso ao teto de um veículo até o local de cremação, de acordo com o "Daily Mirror":

Cadáver de vítima da Covid-19 é transportado preso ao teto de carro na Índia Foto: Reprodução/Twitter

O médico emergencial de Delhi, Dr. Shaarang Sachdev, médico que trabalha na emergência de um hospital em Nova Délhi, disse ao Sky News:

"Esta pandemia é a pior que já vimos até agora. As próximas duas semanas serão um inferno para nós."

Covid-19: cremação coletiva em Nova Délhi

 Foto: AFP
Covid-19: cremação coletiva em Nova Délhi Foto: AFP

No total, o país aisático, o segundo mais populoso do mundo, registra quase 200 mil mortes pela Covid-19.

fonte:https://extra.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário