Páginas

Pesquisar este blog

07/04/21

Dia Mundial da Saúde: profissionais da área pedem socorro

Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas, pessoas em pé e área interna

Pesquisa da Fiocruz indica exaustão e outros distúrbios mentais entre os profissionais de saúde, durante pandemia
esquisa feita pela Fundação Oswaldo Cruz aponta que, em um ano de enfrentamento à pandemia, os trabalhadores da saúde estão esgotados. Dos 25 mil entrevistados, 50% admitiram excesso de trabalho; quase 16% relataram perturbação do sono e cerca de 13% disseram sentir irritabilidade e distúrbios em geral.
A infectologista do Hospital Regional da Asa Norte em Brasília, Joana D’arc Gonçalves, descreve uma sensação de impotência.
“Estamos em um momento complexo. Presenciamos um número alto de pessoas morrendo e nos sentimos impotentes. Já não sabemos para quem gritar, o que falar, aonde ir. Tentamos todos os dias fazer um pouquinho, aquilo que está ao nosso alcance.
ara a psicóloga do Hospital das Clínicas de Porto Alegre, Márcia Ramos, o crescimento da curva de casos da Covid-19 no país tem levado ao aumento da procura por serviços de psicoterapia pelos trabalhadores da saúde.
Márcia Ramos, psicóloga do Hospital das Clínicas de Porto Alegre.
“Todas essas manifestações demonstram a vulnerabilidade do trabalhador, que conta com vários recursos de suporte para se manter trabalhando, mas que – pelo próprio envolvimento afetivo que tem com o trabalho – acaba ficando um pouco mais fragilizado nesse momento.”
egundo Márcia Ramos, desde o ano passado, o Hospital das Clínicas de Porto Alegre oferece suporte psicológico individual e coletivo à equipe de trabalhadores da saúde.
Reportagem, Paloma Custódio

Nenhum comentário:

Postar um comentário