Páginas

Pesquisar este blog

25/04/21

Raptada pula de carro em movimento para fugir em BH

 

Casal foi preso por manter a mulher em cárcere privado por dois dias; vítima teria se recusado a vender drogas para a dupla

Virgínia Nalon, da Record TV Minas

Um casal foi preso suspeito de manter uma mulher em cárcere privado em uma casa, no bairro Jardim Alvorada, na região noroeste de Belo Horizonte, por dois dias.

A vítima, que seria garota de programa de 23 anos, teria se negado a vender drogas para a dupla. Ela conseguiu fugir no momento em que estava sendo levada para outro lugar e pulou do porta-malas do carro, em movimento.

Quando o veículo passava pela marginal do Anel Rodoviário, a vítima que estava presa no porta-malas conseguiu empurrar o banco e saltou do veículo. Outros motoristas que passavam na hora socorreram a mulher e chamaram a polícia.

Os policiais foram até o cativeiro e encontraram o local bagunçado e com marcas de sangue no chão. Cadeiras e mesas reviradas. O banheiro bastante sujo e na cozinha, além de uma bagunça, restos de comida dentro de um prato. Segundo a PM (Polícia Militar), a vítima foi torturada e agredida enquanto esteve presa.

Suspeitos iria levar vítima para outro local

Suspeitos iria levar vítima para outro local

REPRODUÇÃO / RECORD TV MINAS

No imóvel usado como cativeiro a polícia ainda prendeu outra mulher de 22 anos que também seria garota de programa. Segundo a PM, os suspeitos podem fazer parte de uma rede de aliciamento de prostitutas para o tráfico de drogas.

O casal suspeito do crime foi encontrado na casa de parentes, no bairro Boa Vista, na região Leste da capital mineira. O homem tem 29 anos e, segundo a polícia, teria relação com outros crimes. A namorada dele, que é advogada, tem 34 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário