Páginas

Pesquisar este blog

03/05/21

Covid-19: casos e óbitos diminuem, mas números ainda são críticos, segundo Fiocruz

Pode ser uma imagem de área interna e hospital

Isolamento Social e medidas de proteção contra o vírus devem ser reforçadas, principalmente, entre os jovens
Boletim Extraordinário do Observatório Covid-19 Fiocruz aponta queda no número de casos, óbitos e taxas de ocupação de leitos UTI para adultos com coronavírus. Segundo os pesquisadores, os valores ainda são considerados críticos. Entre 18 e 24 de abril, o número de casos diminuiu a uma taxa de -1,5% ao dia e a taxa diária de óbitos reduziu para -1,8%.
O sanitarista Christovam Barcellos, membro do Observatório Covid-19 Fiocruz, ressalta que, apesar da queda dos indicadores, ainda se observa uma forte demanda por serviços de saúde para tratar pacientes com Covid-19.
“Há ainda uma sobrecarga muito grande sobre os hospitais e uma demanda de medicamento e de trabalho dos profissionais de saúde. Isso pode acarretar no triste colapso do sistema de saúde. Infelizmente, ainda não estamos vendo um quadro favorável para a redução da pandemia no Brasil.”
O epidemiologista e vice coordenador da Sala de Situação da Universidade de Brasília, Mauro Sanchez, destaca o papel dos gestores públicos nas campanhas de conscientização contra o coronavírus.
“O papel dos gestores é manter e acelerar o ritmo da vacinação; mas em paralelo reforçar as campanhas de comunicação para que a população adote medidas de restrição de mobilidade, uso da máscara, álcool gel, ou seja, todas as medidas não farmacológicas, que sabemos que são efetivas desde o começo da pandemia.”
inda de acordo com o levantamento, a taxa de letalidade do coronavírus aumentou, passando de 2% no final de 2020, para 4,4% em abril deste ano.
O Boletim Extraordinário do Observatório Covid-19 Fiocruz aponta queda no número de casos, óbitos e taxas de ocupação de leitos UTI para adultos com coronavírus. Segundo os pesquisadores, os valores ainda são considerados críticos. Entre 18 e 24 de abril, o número de casos diminuiu a uma taxa de -1,5% ao dia e a taxa diária de óbitos reduziu para -1,8%.
Em relação à taxa de ocupação de leitos, destaque para os estados de Rondônia, com redução de 94% para 85%; Acre, de 94% para 83%; Alagoas, de 83% para 76%; e Paraíba, de 63% para 53%.
O sanitarista Christovam Barcellos, membro do Observatório Covid-19 Fiocruz, explica que a queda dos indicadores se deu por conta das medidas de isolamento social tomadas em algumas cidades do país.
Reportagem, Paloma Custódio

Nenhum comentário:

Postar um comentário