Páginas

Pesquisar este blog


27/06/21

Dupla é presa em flagrante suspeita de praticar ‘golpe do motoboy’ em Adamantina

Pode ser uma imagem de tela e telefone

— Foto: Polícia Civil

Homens foram detidos por estelionato com o apoio de equipes da Polícia Civil dos municípios de Bauru (SP) e Agudos (SP). Eles pegavam cartões bancários e senhas nas residências das vítimas após informarem que os objetos haviam sido clonados.
Por G1 Presidente Prudente
Dois homens foram presos suspeitos de praticarem o “golpe do motoboy” em Adamantina (SP). A informação foi divulgada na tarde desta sexta-feira (25) pela Polícia Civil.
Segundo a polícia, nesse golpe, os criminosos entram em contato com a vítima alegando que o cartão bancário dela teria sido clonado e compras indevidas estariam sendo feitas. Com isso, os golpistas informavam para a vítima que um funcionário da instituição financeira iria buscar o cartão e a senha na residência.
Equipes da Polícia Civil foram informadas nesta semana sobre a prática do golpe em Adamantina. No município, os criminosos conseguiram causar prejuízo a várias vítimas, sendo que de imediato as equipes policiais iniciaram o trabalho de investigação e conseguiram identificar dois suspeitos.
Com apoio de equipes da Polícia Civil dos municípios de Bauru (SP) e Agudos (SP), os policiais localizaram e abordaram os suspeitos. Com eles foram encontradas diversas máquinas utilizadas para transações bancárias, além de uma Carteira Nacional de Habilitação sob suspeita de ser falsa.
A dupla foi presa em flagrante e encaminhada para a cadeia de Avaí (SP), onde ficou à disposição de Justiça.
Orientações
A Polícia Civil orienta a não fornecer qualquer tipo de informação por telefone, como por exemplo, dados pessoais, senhas bancárias e outros dados sensíveis, frisando que a conduta de “retirada de cartões bancários” junto às moradias de correntistas não é pratica das instituições financeiras.
Segundo a polícia, ao ocorrer qualquer episódio do tipo ou percepção pelo cidadão de atitudes/pessoas suspeitas, a Polícia Civil deve ser procurada ou efetuada denúncia anônima pelo telefone 197.

Nenhum comentário:

Postar um comentário