Páginas

Pesquisar este blog

27/06/21

 

Pizza de melancia é novidade gastronômica nos EUA; brasileiros avaliam

Por: Fernando Moreira 
Pizza de melancia: apetitosa?
Pizza de melancia: apetitosa? Foto: Reprodução/TikTok

Com o tempo, as pizzas foram perdendo o pudor e passaram a aceitar ingredientes nada tradicionais na sua composição. Estrogonofe, hambúrguer, frutas... Por falar em fruta, a novidade da vez nos EUA é a pizza de melancia! A obra tem a assinatura do chef Oliver Paterson, que gosta de fazer criações culinárias extravagantes. A trepadeira suculenta, cortada em forma de disco, faz as vezes da massa clássica na receita inusitada.

Sobre ela, grelhada antes, com casca e tudo, por cinco minutos de cada lado, vão quantidades generosas de molho de tomate, muçarela e calabresa. Que tal?

"A massa é a melancia?! Meu deus! Achei que nada pudesse ser mais estranho que churrasco de melancia. Não me parece apetitosa. Zero vontade de provar. Nem combina com o queijo em cima!", disse ao PAGE NOT FOUND a dentista Marcella Gonçalves, de 46 anos, moradora do Rio. As pizzas mais inusitadas que ela já provou foram as de sushi e de cachorro quente.

"Não sou muito fã de melancia, mas me parece bem saborosa! Eu encararia! Mas com certeza a falta da massa tradicional deixaria a desejar. Da mesma forma que não curto muito as pizzas doces que não levam queijo", comentou o jornalista carioca Roger Ferreira, de 47 anos, afirmando que a pizza mais bizarra que ele já encontrou foi a de salada de frutas.

"É muito estranha, mas eu fiquei com água na boca. Minha esposa, que está grávida, quase vomitou ao ver. Estou pensando seriamente em fazer essa pizza no começo do mês, meu cunhado que mora aqui vai ter um infarto quando descobrir qual é a massa", afirmou Luís Alexandrino, de 35 anos, técnico de TI, morador de Águas Claras, Brasília.

"Acho que até para pizza exótica deveria ter limites. Eu não comeria pizza de melancia, mas certamente tem quem coma", comentou a assistente social Tatiana Ramos, de 41 anos, do Rio.

fonte:https://extra.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário