Páginas

Pesquisar este blog

09/06/21

 

Turista britânica salva irmã gêmea mordida por crocodilo dando socos na cabeça do réptil

Por: Fernando Moreira 
Georgia (à direita) e Melissa Laurie
Georgia (à direita) e Melissa Laurie Foto: Reprodução

Uma turista britânica salvou a sua irmã gêmea idêntica das mandíbulas de um crocodilo dando socos na cabeça do réptil.

Georgia Laurie, de 28 anos, defendeu-se dos repetidos ataques do predador no escuro enquanto conduzia Melissa, que estava inconsciente, para fora d'água no México.

Melissa, que é tratadora em um zoológico, foi arrastada para debaixo d'água quando nadava à noite na Lagoa Manialtepec, na noite de domingo (6/6), a 16 quilômetros do resort de surfe Puerto Escondido, onde estava hospedada. A lagoa é famosa por sua água com bioluminescência (produção de luz na superfície por organismos vivos).

Georgia ouviu o grito da irmã por socorro e a encontrou flutuando de bruços na superfície. Enquanto ela arrastava sua irmã gêmea para fora d'água, o crocodilo atacou as duas turistas.

Melissa (à esquerda) foi arrastada para debaixo d'água por um crocodilo Foto: Reprodução

Georgia lutou contra a fera desferindo vários socos e nadou de volta para o barco de turismo. Melissa está agora em coma induzido no hospital, enquanto Georgia também sofreu feridas provocadas por mordidas, disseram seus pais.

fonte:https://extra.globo.com/

"Melissa está viva, mas não sabemos se seus ferimentos são fatais ou não. Ela tem água nos pulmões e está tossindo sangue. Portanto, não sabemos se ela tem um pulmão perfurado ou não. Ela foi colocada em coma induzido", disse ao "Daily Mail" a mãe das turistas, Sue Laurie.

Dean, o pai das gêmeas, afirmou que, segundo Georgia, o guia turístico havia garantido que não havia crocodilo na água.

As gêmeas, moradoras de Sandhurst (Inglaterra), estão viajando pelo mundo desde março, com retorno inicialmente previsto para novembro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário