Páginas

Pesquisar este blog

08/06/21

Justiça condena ex-prefeita de Rosana em ação por ato de improbidade administrativa

Segundo o Ministério Público do Estado de São Paulo, Sandra Aparecida de Souza contratou um escritório de advocacia, mesmo existindo uma procuradoria municipal.
Por G1 Presidente Prudente
A Justiça julgou parcialmente procedente uma ação contra a ex-prefeita de Rosana, Sandra Aparecida de Souza, e um escritório de advocacia, por improbidade administrativa.
Segundo o Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP), na época em que Sandra era chefe do Poder Executivo, o município contratou o escritório para fazer a defesa de todas as questões relacionadas ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), mesmo existindo uma procuradoria municipal para isso.
Ainda conforme o MP, o escritório recebeu mais de R$ 180 mil. A Justiça também anulou o contrato administrativo e exigiu o ressarcimento aos cofres públicos. Também foi declarada a suspensão dos direitos políticos de Sandra por cinco anos e pagamento de multa no valor de R$ 187 mil.
A produção da TV Fronteira conseguiu localizar a ex-prefeita e ainda não teve resposta do escritório. A administração atual não quis se manifestar sobre o assunto, já que a condenação envolve a administração anterior.
Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário