Páginas

Pesquisar este blog


20/07/21

SAP encontra droga K4 e peças de celulares em doces e bisnaguinha que seriam entregues a detentos no Oeste Paulista

Nenhuma descrição de foto disponível.

Foto: SAP
As ocorrências foram nas unidades de Presidente Venceslau e Presidente Bernardes. Uma visitante também escondeu pen drives dentro do corpo.
Por G1 Presidente Prudente
A Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP) apreendeu diversos materiais ilícitos, entre eles a droga K4, que estavam com visitantes em unidades prisionais do Oeste Paulista.
Presidente Venceslau
Neste domingo (18), a visitante de um preso da Penitenciária “Mauricio Henrique Guimarães Pereira”, a P2, em Presidente Venceslau (SP), foi flagrada tentando entrar com objetos ilícitos na unidade.
Durante procedimento de revista através do aparelho de scanner corporal, "foram visualizadas imagens suspeitas no corpo da mulher". "Ela então retirou do corpo o objeto, sendo verificado que se tratava de um invólucro contendo quatro pen drives", informou a SAP.
Diante dos fatos, a apreensão e a visitante foram encaminhadas à Delegacia da Polícia Civil, além de a mulher ter sido suspensa do rol de visitas. Já o sentenciado foi encaminhado ao Pavilhão Disciplinar para a apuração dos fatos.
Presidente Bernardes
Já no dia 15 de julho, foram registradas quatro apreensões de objetos ilícitos na Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara”, em Presidente Bernardes (SP). Durante procedimento de revista em correspondência destinada a um detento, foi encontrado o suposto entorpecente conhecido como K4 dentro de duas embalagens de bala.
Na segunda ocorrência, foi encontrada uma "placa de micro aparelho celular camuflada dentro de uma bisnaguinha".
Durante procedimento de revista na terceira encomenda, foram encontrados oito invólucros de suposto entorpecente conhecido como K4, camuflados em uma porção de doce quebra-queixo.
Na última ocorrência, também em uma porção de doces, foram encontrados "dois pedaços de estanho de aproximadamente quatro centímetros e um micro alto-falante para aparelho celular".
Questionados sobre as ocorrências, os presos disseram que não sabiam. Diante dos fatos, foram instaurados Procedimentos Disciplinares para apurar a cumplicidade dos sentenciados e as visitantes foram suspensas do rol de visitas.
Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário