Páginas

Pesquisar este blog

14/07/21

 

Professora e influenciadora Carol Mendonça, de Mesquita, faz sucesso com dicas de português nas redes sociais

Carol Mendonça ensina português em seus posts e vídeos
Carol Mendonça ensina português em seus posts e vídeos Foto: Divulgação
Isabela Aleixo
 Foto: Divulgação

Conjugar verbo, saber quando usar crase, concordância e regência verbal. Esses são alguns dos assuntos que fazem parte do cotidiano de estudantes que se preparam para concursos e vestibulares, e que somem um pouco da rotina de quem não está mais presente na sala de aula, sejam elas virtuais ou presenciais. Mas não no Instagram da professora Carol Mendonça, de Mesquita. Em sua página, ela ensina a língua portuguesa a mais de 419 mil seguidores de forma divertida e didática.

Tudo começou a partir do pedido de alunos das turmas presenciais que ela tinha há 6 anos. Hoje, o trabalho nas redes sociais é o que sustenta a professora, que trocou as salas de aulas pelas redes sociais.

— Comecei fazendo sem pretensão. Não imaginava que iria mudar a minha vida toda. Eu pegava as provas de concurso que os alunos fariam e tentava resolver as questões, mas era uma coisa bem informal mesmo — lembra a professora.

No canal “Português para desesperados”, no Youtube, Carol dá aulas ao vivo toda segunda-feira e lança vídeos às quartas e aos domingos. No Instagram, a professora consegue interagir com o público com enquetes, desafios e memes. Carol também faz sucesso com seus vídeos no TikTok. Em um deles, ela questiona qual a conjugação do verbo “ir” no futuro do pretérito do indicativo na segunda pessoa do plural. Em outro, mostra palavras que muitos erram a grafia, como “dedetização” e “cabeleireiro”.

A professora consegue viver dos frutos das redes sociais, que alimenta com seu conteúdo, patrocínios de cursos preparatórios e publicidade. Hoje, tem uma renda quatro vezes maior do que nos tempos da sala de aula.

— Cheguei a fazer mais de 50 horas por semana em curso preparatório, e hoje ganho pelo menos quatro vezes mais. Ainda tenho tempo para estudar e estar com a família. Em 2017, recebi uma proposta de um estúdio para fazer uma parceria, então gravei uma sequência de aulas e vendi. Montei um curso on-line, e vendeu mesmo.Concluí que teria que me dedicar mais e colocar minha energia nisso, porque realmente profissionalizou — conta Carol.

Brincadeira que virou negócio e gerou emprego

A equipe da professora e influenciadora Carol Mendonça é formada por três pessoas. Uma delas é sua ex-aluna, e outras seis são temporárias. O uso de músicas para explicar conteúdos é uma das suas marcas registradas nas redes.

— Um vídeo que bombou recentemente foi um que eu expliquei a letra do rap “Freio da Blazer”. É uma oportunidade de usar a música e chamar mais atenção para os alunos acharem que você pertence ao mesmo mundo que eles. Acho que isso faz muita diferença — explica.

No vídeo, a professora associa a expressão ao uso da figura de linguagem “metonímia” e explica que, na letra, blazer significa uma viatura policial. Em outro vídeo curtinho, a professora ensina a diferença entre linguagem conotativa e denotativa a partir da música viral “Não, não vou”, de Mari Fernandez, no TikTok.

Além do conteúdo educativo e gratuito disponível nas redes, a professora tem um curso de português para concurso com turmas com mais de cem alunos, e um clube de assinatura por e-mail em que ela envia material exclusivo.

fonte:https://extra.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário