Páginas

Pesquisar este blog

14/07/21

 42º BPM/I comemorou 9 de Julho em sua sede, em Venceslau

Tribuna Livre


42º BPM/I comemorou 9 de Julho em sua sede, em Venceslau

Na quinta-feira, 08, o 42º BPM/I realizou, em sua sede em Presidente Venceslau, um ato solene em comemoração aos 89º aniversário da Revolução Constitucionalista de 1932.
Veja abaixo a nota completa expedida pelo batalhão sobre 9 de Julho: 
“A Polícia Militar, Força Pública do Estado de São Paulo, chega a mais um 9 de Julho com a força motriz de seus bravos homens e mulheres que honram o legado deixado pelos nossos veteranos, desde os 130 de 1831”, informa nota inserida no blog do batalhão.
A data, reverenciada no Estado pelos valores democráticos que detêm, serve para lembrarmos também do altruísmo diário de cada um dos policiais militares que em suas áreas de atuação exercem”, prossegue a nota.
“O símbolo da Polícia Militar possui 18 estrelas que são referentes aos marcos históricos de sua existência ao longo desses quase 190 anos. Aliás, o número 190 é também uma marca da instituição, esclarece nota.
A primeira estrela do nosso logo significa, justamente, a criação da “Milícia Bandeirante”, primeira nomenclatura da Instituição e que possuía 130 bravos homens que mal imaginavam serem os antecessores dos atuais 85.000 policiais militares do Estado.
A décima-quinta estrela significa a epopeia da então Força Pública na revolução de 1932, que exaltamos em 9 de Julho.
Ainda que nos lembremos dos 18 marcos de forma reverencial, cabe aqui uma justiça a ser feita aos atuais policiais militares: teriam menos estrelas no céu, que não poderiam ser representados em tão pequenino brasão, se fossemos destacar o quanto a ação diária dos senhores e senhoras na vida de cada cidadão pudesse ser destacado por essa imagem celestial.
Cada salvamento realizado, cada roubo contido, cada auxílio à parturiente, cada sequestro evitado e tantas outras ações pelas senhoras e senhores realizadas são o que fazem de nossa Instituição indispensável à democracia.
Nos últimos 2 anos passamos por mais um teste, mais uma estrela seria razoável, pois perdemos homens e mulheres para um inimigo terrível e invisível: o coronavírus. Por outro lado, mostramos, mais uma vez como em 1918 quando da Gripe Espanhola, que o povo paulista pode contar com sua Força Pública. Continuamos com força total. Cada policial militar garantiu a paz social e a ordem pública.
Enfim, policial militar, tenha certeza que seus esforços são notados pelas pessoas que residem nesse Estado e tenham a certeza de que o Comando luta cada dia por honrar a condução dessa Augusta Instituição para o bem da Sociedade, Estado e cada um de seus integrantes”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário