Páginas

Pesquisar este blog

14/07/21

 GARDÊNIA CAVALCANTI

Dicas de alimentos para turbinar a imunidade

Manter uma alimentação saudável é fundamental!



Divulgação

Mesmo com o avanço da vacinação contra a Covid-19, os cuidados devem ser mantidos e o interesse em receitas para melhorar a imunidade é cada vez maior. Um estilo de vida que inclua atividade física, controle de estresse, dormir bem e manter alimentação saudável podem turbinar a imunidade.
Nosso corpo normalmente trabalha para se defender de agentes nocivos à saúde como germes e vírus mais comuns ou até mesmo de alterações em células que podem evoluir para casos de câncer, mas as vezes ele precisa de uma ajuda redobrada. 
- A melhor maneira de não desenvolver formas graves de doenças virais é tomando vacina, claro. É preciso ressaltar que fortalecer o sistema imunológico não significa se blindar contra a infecção por vírus como o da gripe e da Covid-19. Mas uma boa alimentação contribui para a resposta imunológica adequada - ressalta a nutricionista do Grupo Oncoclínicas, Imanuely Borchardt.
[object HTMLDocument]
O que podemos fazer para ajudar nosso corpo? A especialista afirma que, segundo a Sociedade Internacional para Imunonutrição, o conselho geral é ter uma dieta equilibrada, diversificada, rica em alimentos como frutas, vegetais coloridos preferencialmente in natura, que são as fontes de nutrientes antioxidantes capazes de apoiar a função imunológica, protegendo nossas células. Algumas vitaminas e minerais – vitamina E, vitamina D, zinco, vitamina C, vitamina A, além das vitaminas do complexo B – têm uma ação antioxidante mais potente e são recomendadas.
- Uma dica preciosa e simples, mas que muita gente não leva a sério é beber água em quantidade adequada. Não existe nada mais valioso para o sistema imunológico do que se manter sempre bem hidratado. Uma dicas prática é aromatizar uma jarra de água, combinando limão, abacaxi, folhas de hortelã, maçã, cardamomo, alecrim entre tantas outras possibilidades - explica Imanuely.
Confira abaixo dicas de nutrientes e alimentos para incluir na dieta:
- Fontes ricas de vitamina E: óleos vegetais como girassol, azeite, farinhas de sementes como linhaça, nozes, gérmen de trigo, entre outros. A vitamina E é um dos mais potentes antioxidantes da nossa alimentação e vale sempre combinar com a vitamina C para melhorar sua ação. Exemplos: abacate com limão, saladas com azeite, abacate, nozes e limão, entre outras formas.
- Vitamina C: principais fontes são as frutas cítricas como limão, laranja, tangerina, abacaxi, maracujá, acerola, além do caju e a goiaba. É comum a ingestão de limão puro, em doses ou “shots” matinais. Vale ressaltar que o que contribui em si não é um único alimento, mas toda a dieta. Se é hábito, funciona. Se fazer um shot é a forma de inserir este alimento regulamente, então teremos resultado. Se o consumo for ao longo do dia em preparações como saladas ou se a dieta inclui uma laranja após a refeição, por exemplo, a dose de vitamina C também está garantida.
- Vitamina D: a principal fonte de vitamina D é pela exposição solar, além de pequenas quantidades em produtos lácteos, cogumelos, ovos, entre outros. Então, ter hábito de praticar atividade física ao ar livre, além de favorecer o sistema imunológico por meio dos exercícios, ajuda no nosso estoque dessa vitamina. Estudos demonstram que uma exposição de 10-15 minutos ao dia consegue suprir nossas necessidades de vitamina D. Pessoas de pele negra podem necessitar de maior exposição e obesos têm dificuldade de converter a vitamina. 
- Zinco: alimentos fontes deste nutriente são principalmente derivados de produtos de origem animal como carnes, peixes, frutos do mar. No entanto, também é importante considerar que não devem ser carnes com alto teor de gordura, pois pode favorecer o aumento da inflamação.
- Vitaminas do complexo B: ovos, legumes, leguminosas como feijões, grão de bico, ervilhas e lentilhas, oleaginosas como castanhas e nozes, folhas verdes são fontes ricas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário