Páginas

Pesquisar este blog


24/08/21

 

ARQUITETO REVELA QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS EQUÍVOCOS COMETIDOS NO MOMENTO DA DECORAÇÃO E ENSINA COMO COMBATÊ-LOS DE MANEIRA SIMPLES E PRÁTICA

Exemplo de salas bem distribuídas e com boas composições
Exemplo de salas bem distribuídas e com boas composições Foto: Acrevo Pessoal / Bruno Moraes
Lucas Bulhões /Foto: Acrevo Pessoal / Bruno Moraes

Conhecem a expressão “agosto, mês do desgosto”? Pois é, a gente não quer que essa brincadeira de mau gosto se torne realidade nas decorações realizadas nesta época nem em nenhuma outra do ano. Para te ajudar a evitar os problemas, mostraremos quais são os erros mais comuns na hora de compor um ambiente.

Para o arquiteto Bruno Moraes, os maiores equívocos da decoração são causados por falta de planejamento. Ele diz que as pessoas tendem a gostar de peças isoladas, mas não pensam em como ficarão dentro de um mesmo ambiente.

Quarto com varanda gourmet
Quarto com varanda gourmet Foto: guilherme pucci / Guilherme Pucci

Foto: guilherme pucci / Guilherme Pucci

— Acontece de alguma peça ser muito bacana, mas não dentro daquele contexto. O ideal é escolher os objetos que serão valorizados e partir disso para criar sua composição — conta, afirmando ser melhor que cada um deles tenha seu espaço: — Criar pontos de foco ajuda a valorizar seus itens, para que eles não se confrontem.

Antes de iniciar a decoração, é recomendado que seja feito um quadro com referências — que podem ser tiradas da internet ou revistas, para se ter uma visão um pouco mais ampla do estilo a ser adotado. Esta prática, a dos chamados moodboards (painel de humor, em tradução livre), é recorrente em escritórios de arquitetura, mas também pode ser feita em casa.

O ideal é que se façam testes nas paredes
O ideal é que se façam testes nas paredes Foto: Luis Gomes

Foto: Luis Gomes

Para as paredes, antes da paginação de revestimento ou da inserção de quadros nas paredes, uma saída é que se realize um teste no chão, evitando que sejam feitos furos ou quebras que precisarão ser revertidas depois. Marcar os espaços diretamente na parede, com fitas, também ajuda a evitar surpresas. Aliás, as fitas podem ser as melhores amigas na hora de comprar móveis. Marcações no chão evitam compras com tamanhos fora do esperado, que possam tirar o conforto da família e destoar da composição de todo o ambiente. E para quem quer uma escolha acertiva e rápida para colocar pisos, Moraes destaca a eficiência do piso vinílico:
— Ele é colado por cima do piso já existente, e hoje já temos diversas opções no mercado, como os que simulam pedra, madeira e cimento queimado. A instalação é feita rapidamente, ele é belíssimo e, na maioria das vezes, em um único dia a pessoa muda toda a sua decoração.

Use e abuse dos mostruários das lojas

A maioria das lojas realiza empréstimos do mostruário para testes. Peças com tecidos ou cores específicas normalmente contam com pedaços que podem ser levados para casa e devolvidos no outro dia ou um tempo depois.

O arquiteto acredita que este é um dos métodos mais eficazes para aprovar misturas e tomar decisões corretas envolvendo qualquer tipo de visual antes de decidir.

— Vai comprar um sofá? Peça um pedaço do tecido emprestado para a loja, leve pra casa e faça testes visuais. Veja se combina com a parede, com seus móveis, com o tapete e o ambiente em geral — indica Moraes: — Não adianta ser bonito na vitrine e não combinar na sua residência. Lembre-se sempre que a decoração passa sempre uma mensagem.

Na dúvida, vale procurar um profissional.

Sala seguindo a ideia dos pontos focais

Foto: Luis Gomes

fonte:https://extra.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário