Páginas

Pesquisar este blog


03/08/21

Volta às aulas presenciais na região de Prudente

Pode ser uma imagem de 1 pessoa, criança, em pé e área interna

Foto: Freepik
Algumas escolas municipais de ensino infantil e fundamental voltaram com as atividades presenciais; outras, já planejaram ou estão em planejamento para o retorno das aulas
REGIÃO - CAIO GERVAZONI de O Imparcial de Presidente Prudente
Com o avanço da vacinação contra a Covid-19 na região de Presidente Prudente, o retorno das aulas presenciais já ocorre em algumas escolas municipais do oeste paulista. São os casos de Presidente Epitácio e Narandiba, que retomaram as aulas nas Emeis (Escolas Municipais de Educação Infantil) e Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental) em meados de julho, seguindo os protocolos sanitários desenvolvidos por cada cidade. Na maioria dos munícipios da região, o retorno será escalonado, facultativo e ocorre desde ontem.
No início do mês passado, o governo do Estado de São Paulo decidiu, por meio do Decreto 65.849, que as escolas públicas e privadas da educação básica podem retomar as aulas com até 100% da capacidade a partir de agosto, desde que seja respeitado o distanciamento de pelo menos um metro entre os estudantes.
A reportagem promoveu um balanço de como está e como será a situação de retorno às aulas presencias nas Emeis e Emefs nas cidades de circulação de O Imparcial.
ALFREDO
MARCONDES
A coordenadora municipal de Educação, Célia Cristina Silva Mathias, informa que as escolas municipais estão equipadas e prontas para o retorno dos estudantes, que será facultativo. “No início, o atendimento presencial será de 35%. Os cuidados a serem adotados seguirão o protocolo de higiene sanitário, elaborado pelos profissionais da educação, saúde e o Instituto Fabris Ferreira”, pontua a coordenadora. O início do retorno às aulas presenciais na Escola Estadual Filomena Scatena Christófano ocorreu ontem. As Emeis Rosângela Lima da Silva e Aleide Esteves Faria retomam as atividades a partir do dia 09/08.
ÁLVARES
MACHADO
Em resposta à solicitação da reportagem, a Assessoria de Imprensa do município informou que as aulas presenciais retornaram ontem. “O retorno será escalonado, os alunos de cada turma serão divididos em grupos: A, B e C [quando necessário], com revezamento semanal. A equipe gestora e professores separam as turmas, informam os pais quem serão os alunos dos grupos A, B e C, para que todos possam se organizar em relação ao cronograma. No caso de alunos com irmãos na mesma escola, recomenda-se que sejam escalonados para frequentarem as aulas presenciais nos mesmos dias da semana”, explica.
Para o retorno das aulas presenciais, ou para as situações em que os pais ou responsáveis pelos alunos optarem pelo não presencial, deverão preencher e assinar o termo de responsabilidade em que se comprometem com atendimentos remotos.
INDIANA
De acordo com a responsável pela pasta de Educação do município, Maria Cristina Sasso Stuani, o retorno será obrigatório, escalonado e com 35% da capacidade de ocupação das salas de aula. “A volta ao presencial será obrigatória, observando o que foi previsto nos Decretos Municipais 67/2021 e 72/2021. Serão adotados todos os cuidados necessários, obedecendo aos protocolos exigidos pelos ministérios da Educação e Saúde”, indica Maria Cristina.
MARTINÓPOLIS
Conforme o Departamento Municipal de Educação de Martinópolis, o cronograma de volta às aulas está em fase de elaboração junto ao Conselho Municipal de Educação e deverá ser híbrido, com dias presenciais e remotos para atender os alunos nos quais os pais ou responsáveis fizeram a opção por frequentar a escola ou não.
MIRANTE DO
PARANAPANEMA
Em Mirante, a Secretaria de Educação informa que os alunos das escolas da rede municipal retornaram do período de férias escolares ontem. “O atendimento presencial da rede está acontecendo desde o início do ano letivo [08/02/2021], em todas as unidades escolares de educação infantil [creches e pré-escolas] e ensino fundamental séries iniciais, do 1º ao 5º ano, de forma híbrida [presencial e remoto], atendendo a capacidade limite de 35% do total de matrículas, de forma escalonada, dando continuidade a esta forma de atendimento também no segundo semestre”, indica a pasta.
O retorno presencial dos alunos será mantido facultativo até a atualização do Protocolo São Paulo e a capacidade de atendimento, neste segundo semestre, será de acordo com o espaço físico de cada sala de aula em relação ao número de alunos de cada turma.
NARANDIBA
Em meados de julho, ocorreu a retomada das aulas presenciais para os alunos do ensino fundamental I e II. As Emefs (Escolas Municipais de Educação Infantil) Edson de Oliveira Garcia e Professora Ineura Rodrigues de Lima retomaram as atividades com 35% da capacidade total por sala de aula. A volta faz parte do retorno gradual das atividades presenciais previsto pela gestão educacional do município. No dia 23 de agosto, será reaberta a Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) Pedacinho de Céu. No dia 20 de setembro, será a vez das creches do maternal 1 e 2.
PIRAPOZINHO
A assistente de Planejamento Educacional do município, Luciana Moreira Pantaroto Marques, indica que o retorno presencial desde ontem ocorreu inicialmente para os alunos do EJA (Educação de Jovens e Adultos) e ensino fundamental I. A capacidade das unidades será de 35% dos alunos matriculados. “As escolas municipais estão devidamente equipadas para atender todos os protocolos sanitários contra a Covid-19 e o retorno para os alunos será facultativo”, informa.
PRESIDENTE
EPITÁCIO
Em Epitácio, por sua vez, o secretário de Educação e Esportes, Leonardo Trombeta, relata que a educação infantil e o ensino fundamental retornaram no dia 27/07, na forma de ensino híbrido (presencial e remoto). “Neste segundo semestre, os protocolos foram revisitados e adaptados às novas normas, como a relativa à capacidade das unidades escolares que, do limite de máximo de 35%, agora, devem respeitar a distância de 1 metro por aluno, podendo chegar a 100% de presença, desde que a regra seja respeitada”, destaca. O ensino permanece obrigatório, porém, até o presente momento, a presença do aluno na unidade escolar não.
PRESIDENTE
PRUDENTE
Publicado na tarde de ontem, o Decreto Municipal N°. 32.254/2021 determina para 16 de agosto a retomada do ensino presencial na rede municipal de ensino. A secretária interina da Seduc, Francisca Maria Chagas, explica que o retorno presencial acontecerá gradualmente, conforme o planejamento dos ciclos infantil e fundamental 1. De acordo com o documento, o retorno só será permitido mediante autorização formal dos pais ou responsáveis. O decreto também autoriza, desde ontem, o retorno presencial no âmbito da rede pública estadual e particular de ensino, respeitando os decretos e resoluções da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo.
Também há recomendação para o cumprimento dos protocolos de saúde, que devem ser observados pelos órgãos responsáveis por cada rede de ensino, visando à prevenção e mitigação da disseminação da Covid-19. Para a edição de hoje do Diário Oficial está prevista para ser publicada uma resolução da Secretaria Municipal de Educação, com o detalhamento, regras e orientações sobre o retorno presencial.
RANCHARIA
Em Rancharia, de acordo com Assessoria de Imprensa do município, o retorno presencial foi definido pelo Comitê Municipal de Retorno às Aulas na Rede Municipal de Ensino no dia 19/07. Este retorno será híbrido e se dará de forma gradual, sendo iniciado com os alunos acima de 6 anos e com até 35% da capacidade de cada unidade escolar a partir do dia 09/08. “Os agrupamentos são elaborados por cada unidade, com revezamento de turmas, entrada, intervalo e saída em horários diferenciados para evitar aglomeração, além da redução da carga horária dos alunos e a não obrigatoriedade da presença”, pontua a assessoria do município.
REGENTE
FEIJÓ
No município, a diretora da Divisão Municipal de Educação, Telma Regina dos Santos Silveira, informa que Regente Feijó está em fase de preparação e planejamento e que todos os protocolos serão seguidos rigorosamente. “A previsão de volta para a pré-escola e ensino fundamental é para o dia 09/08”, indica Telma.
SANTO
ANASTÁCIO
Em Anastácio, a Secretaria de Educação do município informa que as aulas presenciais de forma híbrida retornaram ontem. “O retorno ocorre gradativamente: primeiro as Emefs, com 35% dos alunos ou de acordo com o espaço físico das salas e, posteriormente, no dia 16/08, retornam os alunos da educação infantil e creches no mesmo formato. O retorno será de forma híbrida, com turmas A, B e C. Toda a rede iniciou o 2º semestre no dia 20/07 com o replanejamento e dia 21/07 com as aulas remotas”, relata a pasta da Educação. O retorno será facultativo, os pais devem decidir se mandam seus filhos ou não.
TEODORO
SAMPAIO
Em Teodoro, as aulas retornaram de forma escalonada ontem. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura, a presença será facultativa enquanto perdurar o escalonamento. “De início, limita-se a 35% da capacidade total da sala de aula. Todos os protocolos recomendados pela Vigilância Epidemiológica já foram devidamente orientados às equipes escolares, incluídos também no Plano de Retomada das Aulas Presenciais”, indica a pasta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário