Páginas

Pesquisar este blog


22/09/21

Empresa doa 19,7 mil litros de etanol hidratado para produção de álcool 70% na região

Pode ser uma imagem de ao ar livre

Foto: Atvos
Trabalho realizado pela Atvos desde início da pandemia possibilitou insumo para oito cidades do oeste paulista
REGIÃO - DA REDAÇÃO de O Imparcial de Presidente Prudente
A Atvos, empresa de bioenergia, doou um total de 19,7 mil litros de etanol hidratado desde o início da pandemia para a Unesp (Universidade Estadual de Paulista Júlio de Mesquita Filho). O insumo foi transformado em álcool 70% e direcionado para as cidades de Euclides da Cunha Paulista, Marabá Paulista, Mirante do Paranapanema, Presidente Prudente, Presidente Venceslau, Rosana, Santo Anastácio e Teodoro Sampaio.
Para contribuir com as ações de combate ao novo coronavírus, o produto foi destinado para entidades públicas ligadas ao SUS (Sistema Único de Saúde), como Secretarias de Saúde e Fundos Municipais de Saúde, e também para a própria Unesp. A estimativa é que mais de 365 mil pessoas tenham sido beneficiadas pelas ações na região.
“Nosso compromisso social é muito forte e, por isso, buscamos auxiliar constantemente as comunidades onde estamos inseridos. A doação de álcool aos municípios reforça esse nosso propósito de apoiar a sociedade em um momento crítico e em que é necessário unir forças para que consigamos vencer a pandemia o mais rápido possível”, afirma Marcelo Annes, diretor superintendente do Polo Sul da Atvos.
A companhia apoia o desenvolvimento sustentável nas comunidades onde está presente, atuando de acordo com suas Políticas sobre Conformidade e Sustentabilidade. Além disso, a Atvos adota uma diretriz específica para o ISP (Investimento Social Privado), que busca garantir que as ações e projetos apoiados tenham os mais elevados padrões de ética, integridade e transparência. Desta forma, como empresa signatária do Pacto Global da ONU (Organização das Nações Unidas) desde 2016, a Atvos estimula ações que contribuem com os ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) para 2030 na sua operação e nas relações com o seu ecossistema ambiental e social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário