Páginas

Pesquisar este blog


11/09/21

Menstruação atrasada? Pode ser resultado do estresse

Desde o início da pandemia, a irregularidade menstrual se intensificou e passou a atingir algumas que tinham ciclos regulares sem o uso de pílulas anticoncepcionais. Diferentes motivos podem desencadear essa condição entre as mulheres, o principal deles é o estresse, que afeta a mente e o corpo. As informações são da “Women’s Health”.

O cérebro é responsável pela comunicação com os ovários por meio de hormônios. No entanto, o estresse pode aumentar a produção de adrenalina e cortisol, e quando isso acontece de forma prolongada, o corpo se adapta para a situação e os hormônios reprodutivos são desviados para baixo na lista de prioridades do organismo, interferindo na regularidade do ciclo menstrual.

Além dos atrasos por dias ou semanas, algumas mulheres podem deixar de menstruar por longos períodos. Para amenizar o efeito, são necessários cuidados especiais com a sua saúde, a fim de diminuir o estresse e contribuir para a regularidade dos ciclos. Entre os principais hábitos estão a boa alimentação, consumo regular de água, prática de exercícios físicos e mentais e o não consumo de drogas lícitas e ilícitas.

Para amenizar os reflexos do estresse também vale: consumir menos notícias negativas da mídia e redes sociais, praticar o autocuidado e dedicar tempo para si mesma, realizar atividades prazerosas, desabafar com amigos e pessoas confiáveis e, principalmente, consultar um terapeuta.

Todas essas práticas e dicas não substituem a consulta com um médico ginecologista, que será capaz de realizar exames individuais para saber a real causa da irregularidade na menstruação e indicar o melhor tratamento com base em suas necessidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário