Páginas

Pesquisar este blog


25/11/21

Obras em rede de galeria no Parque São Jorge e Vila Luiza são executadas pela Prefeitura

Pode ser uma imagem de ao ar livre e árvore

(Foto: Prefeitura de Presidente Venceslau)
A Prefeitura de Presidente Venceslau deve concluir, até o final desta semana, as obras de rede de galerias entre a avenida do Estado e a rua Paraná, no Parque São Jorge e Vila Luiza.
O trabalho é desenvolvido em conjunto pelas secretarias de Planejamento, Obras e Departamento de Água e Esgoto (DAE) com recursos próprios, em um investimento de R$ 148.064,87, e visa solucionar problema de erosão verificado em imóveis nas imediações.
Conforme a secretária municipal de planejamento, Lívia Alexandrina Josué, no dia 1º de junho foi verificada a abertura de uma erosão em uma residência na avenida do Estado, próxima a um imóvel que havia desabado anos atrás. Após comunicação da moradora, uma equipe da Prefeitura foi até o local e verificou que a galeria existente não possuía fissura ou trinca.
Por se tratar de problema antigo, a Prefeitura de Presidente Venceslau optou por realizar o trecho de galeria para fazer com que o fluxo de águas pluviais seja desviado e passe por baixo da rua, de modo a possibilitar o fechamento do fluxo na rede de galeria antiga. De acordo com a secretária, é colocada uma nova tubulação de PVC no local com o objetivo de melhorar a rede de água e esgoto no bairro.
Erosão Após a erosão registrada no dia 1º de junho do ano corrente, a Prefeitura de Presidente Venceslau providenciou estudos que, no entanto, não foram conclusivos. Conforme o setor de planejamento, algumas das casas na região foram construídas com aterros não executados de acordo com as normas e padrões de construção recomendados. A parte da casa que apresentou a cratera foi construída de modo irregular e o aterro não foi executado de acordo com as normas, não fazendo a compactação do solo adequada.
Como precaução e segurança dos moradores das imediações, a obra é executada no local com o objetivo de isolar a galeria que preocupa os moradores e a Prefeitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário