Páginas

Pesquisar este blog


08/11/21

Vigilante noturno que vendia drogas durante o dia é preso por tráfico no Jardim Cambuci

Nenhuma descrição de foto disponível.

Foto: Polícia Militar
Flagrante foi feito após investigações da Polícia Civil, em Presidente Prudente. Uma arma foi apreendida na residência do suspeito.
Por g1 Presidente Prudente
A Polícia Civil prendeu um homem em flagrante por tráfico de droga nesta sexta-feira (5), no Jardim Cambuci, em Presidente Prudente (SP).
De acordo com a polícia, a equipe recebeu uma denúncia anônima há cerca de duas semanas, informando que um indivíduo estaria comercializando drogas no Jardim Cambuci e, diante da denúncia, os policiais começaram a fazer diligências para investigar o crime.
Foi constatado pela polícia que o suspeito fazia as vendas de entorpecentes durante o dia, pois trabalhava como vigilante no período noturno.
Durante as investigações, foi visualizada movimentação típica de tráfico de drogas durante o dia, segundo a Polícia Civil. Com a confirmação, os policiais foram até o local e abordaram um rapaz que saía da casa do suspeito. No momento da abordagem, o indivíduo jogo "algo no chão e saiu correndo". Os policiais tentaram acompanhar, mas não conseguiram.
Os policiais conseguiram identificar que o que o rapaz havia jogado no chão era uma porção de maconha.
Os policiais solicitaram o apoio de mais uma equipe e voltaram para a casa do suspeito. Eles entraram na residência e informaram que haviam flagrado a vende de droga no imóvel.
Ao ser questionado sobre a presença de mais entorpecentes na casa, o suspeitolevou os policiais até o quintal, onde havia uma sacola pendurada na varanda e, nela, estava meio tijolo de maconha e mais duas porções da droga embaladas, iguais as que o rapaz jogou antes de fugir.
Foi encontrado também, na mesma sacola, um canivete com resquícios de maconha e pedaços de sacola picados.
Indagado também se haveria arma de fogo na casa, o suspeito disse apenas ter uma arma de pressão, que estava atrás de uma porta do quarto dele.
Diante dos fatos, foi dado voz de prisão e o homem foi conduzido para a Delegacia de Polícia, onde a prisão foi ratificada e ele permaneceu à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário