Páginas

Pesquisar este blog


25/11/21

'Estelionatário do amor' que se passava por mulher em app de paquera é preso após jogar óleo fervendo em vítima


Pode ser uma imagem de 1 pessoa

Foto: Arquivo pessoal

Segundo a polícia, Matheus de Souza Ornelas ainda é investigado por tentativa de homicídio, danos qualificados, ameaças e coações a testemunhas.
Por Maria Lúcia Gontijo e André Junqueira, g1 Minas e TV Globo — Belo Horizonte
Um homem foi preso em flagrante, neste domingo (21), na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte, suspeito de se passar por mulher em aplicativo de relacionamento para cometer crimes. De acordo com a Polícia Civil, ele é conhecido como o "estelionatário do amor".
Matheus de Souza Ornelas está sendo investigado por danos qualificados, ameaças e coações. Ele ainda responde por tentativa de homicídio após ter jogado óleo fervendo no corpo de uma das vítimas, um homem de 22 anos. Ele está internado, em estado grave, no Hospital de Pronto-Socorro João 23.
Segundo a polícia, a vítima foi atraída por um perfil falso criado pelo suspeito. Ele usava a foto de uma mulher. O "relacionamento" virtual durou três meses.
“É a partir daí que o 'estelionatário do amor', ainda utilizando o perfil falso, apresenta ele mesmo como alguém que poderia servir de intermediário para que a vítima conseguisse um encontro com a suposta mulher”, disse o delegado José Olegário de Oliveira.
No dia 30 de outubro, Matheus teria ligado para a vítima e pedido ajuda para uma mudança na casa dele, no bairro Trevo, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte.
Ao entrar, o jovem pergunta pela mulher e, a partir daí, começa uma discussão. Por não se sentir correspondido ao revelar que o perfil foi feito por ele, Matheus jogou óleo fervente na vítima.
De acordo com a polícia, a vítima teve queimaduras de segundo grau no rosto, no pescoço, no ombro, no peito e nas mãos.
Prisão e investigações
A prisão de Matheus ocorreu após, segundo a polícia, ameaçar e constranger familiares da vítima. Ele ainda tentou entrar no hospital onde o homem segue internado.
Nesta quarta-feira, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa do suspeito, os policiais apreenderam o celular de Matheus para perícia.
A Polícia Civil disse que já identificou outra possível vítima do suspeito, que não chegou a sofrer lesões, mas narrou fatos semelhantes.
“Sempre que alguém estiver se envolvendo com outra pessoa virtualmente, é imprescindível ouvir, ver aquela pessoa por canais de áudio e vídeo, que já estão disponíveis nessas plataformas, e ter cautela em encontros pessoais”, alertou o delegado.
Denúncias podem ser feitas pelos telefones 181 ou 197.

Nenhum comentário:

Postar um comentário