Páginas

Pesquisar este blog


24/11/21

 

Estudo destrói o mito de que as mulheres são mais emotivas que os homens


Crédito: Pexels

Pode ficar tranquila: ao contrário de todos os estereótipos de gênero que você ouviu até hoje, não, as mulheres não são mais emotivas que os homens. Um estudo da Universidade do Michigan (U-M), nos Estados Unidos, acompanhou 142 homens e mulheres durante 75 dias para entender suas emoções diárias, e o resultado foi surpreendente. Confira com informações do “Midland Daily News”. 

Durante o estudo, as mulheres foram divididas entre dois grupos: as que utilizavam algum tipo de método contraceptivo hormonal e as que não o faziam. Segundo Adriene Beltz, autora principal da pesquisa, mulheres foram historicamente excluídas de pesquisas experimentais em parte devido à suposição de que flutuações hormonais levam a variações de resultados que não podem ser controladas. Ela e seus colegas de pesquisa Alexander Weigard e Amy Loviska pretendiam provar se essa justificativa era verdadeira. 

Os pesquisadores detectaram flutuações nas emoções de três maneiras diferentes e, em seguida, compararam os sexos. Eles encontraram pouca ou nenhuma diferença entre eles, sugerindo que as emoções dos homens flutuam na mesma medida que as das mulheres. “Também não encontramos diferenças significativas entre os grupos de mulheres, deixando claro que altos e baixos emocionais possuem inúmeras influências, não apenas os hormônios”, relata Adriene. 

A autora ainda esclarece que as descobertas da pesquisa mostram ser uma decisão equivocada excluir mulheres de pesquisas científicas por conta da “oscilação de hormônios e emoções”, que teoricamente “confundem” os resultados de estudos. Em última análise, as descobertas ajudam a eliminar preconceitos sobre o que ser “emocional” significa para homens e mulheres.

A pesquisa completa está disponível em inglês aqui.


Nenhum comentário:

Postar um comentário