Páginas

Pesquisar este blog


30/12/21

Rapaz é flagrado com motocicleta furtada e confessa participação em roubos em Presidente Prudente

Pode ser uma imagem de motocicleta, ao ar livre e texto que diz "C190 FORÇA TÁTICA Polícia I-18013 D"

Foto: Polícia Militar
Homem, de 18 anos, foi abordado pela Polícia Militar na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), nesta quarta-feira (29). Indiciado disse que recebeu o veículo como pagamento de uma dívida.
Por g1 Presidente Prudente
Um homem, de 18 anos, foi flagrado com uma motocicleta furtada, em Presidente Prudente (SP), nesta quarta-feira (29). Conforme a polícia, ele ainda confessou ter participado de roubos no município.
Segundo a Polícia Militar, a equipe da Força Tática transitava pela Rodovia Raposo Tavares (SP-270) e na altura do km 569 viu o rapaz com o veículo trafegando pela mesma via.
O motociclista foi abordado e em revista pessoal nada ilícito foi encontrado. Contudo, em consulta, foi verificado que se tratava de uma motocicleta furtada no dia 17 deste mês em Prudente.
O rapaz e a moto foram levados para a Delegacia Participativa da Polícia Civil. A vítima, de 39 anos, também foi até a unidade policial e disse que na data do crime foi até o Terminal Rodoviário buscar sua mãe e deixou o veículo no estacionamento com a chave no contato. Ao retornar, viu que a motocicleta tinha sido levada.
Ele registrou o furto na Polícia Civil e informou que testemunhas relataram que um "homem magro" havia levado seu veículo, mas que não sabia quem era.
O rapaz foi questionado sobre o furto, mas alegou que recebeu a moto de um usuário de drogas como pagamento de uma dívida. Ele negou que tivesse conhecimento que o veículo havia sido furtado.
Porém, ele confirmou que havia usado a motocicleta em pelo menos quatro roubos recentes e informou que estaria à disposição da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) para auxiliar nos esclarecimentos dos crimes.
A Polícia Militar informou que uma das vítimas de roubo foia té a delegacia e reconheceu o rapaz como um dos autores.
A motocicleta foi devolvida ao dono.
O caso foi registrado como "receptação" e o delegado de plantão representou pela prisão preventiva do indiciado, que permaneceu à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário