Páginas

Pesquisar este blog


01/12/21

 

Doria pede novo parecer sobre máscaras após casos de Ômicron

Governador pode recuar de flexibilização anunciada para o dia 11 depois de confirmação de nova cepa em casal que veio da África


Do R7


O governador de São Paulo, João Doria

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO - 24.11.2021

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), pediu ao Comitê Científico do Governo do Estado uma nova avaliação sobre a necessidade do uso de máscara em ambientes abertos. A decisão se dá após a confirmação de dois casos da Ômicron, nova variante do coronavírus, em São Paulo, e pode culminar num recuo da decisão de desobrigar a população do uso de máscara ao ar livre. A entrada em vigor dessa mudança está prevista para o dia 11, mas agora ela poderá ser cancelada.

O parecer solicitado por Doria deve ficar pronto na próxima semana. “O nosso parâmetro sempre foi o cenário epidemiológico em São Paulo. E, por isso, precisamos saber o impacto da nova variante com a flexibilização do uso de máscara em espaços abertos. É necessário ter cautela e avaliar esse novo elemento. O nosso compromisso é com a saúde da população”, afirmou o governador ao site do governo de São Paulo. 

A flexibilização do uso de máscara em espaços abertos foi anunciada após orientação do Comitê Científico do Estado, com base em dados do avanço da vacinação e na melhora do cenário epidemiológico. No anúncio, ficou previsto que o uso de máscara continuaria obrigatório em ambientes fechados e no transporte público.

O estado de São Paulo tem hoje 75,8% da população com esquema vacinal completo, ou seja, com duas doses do imunizante da Butantan/CoronaVac, da Fiocruz/AstraZeneca/Oxford ou da Pfizer/BioNTech, ou ainda com a dose única da Janssen. Se considerada apenas a população adulta, São Paulo tem hoje cerca de 93,7% das pessoas vacinadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário