Páginas

Pesquisar este blog


12/01/22

SETOR DE ENDEMIAS DE PRESIDENTE VENCESLAU PASSA INFORMAÇÕES SOBRE PREVENÇÃO CONTRA O MOSQUITO AEDES AEGYPTI

Pode ser uma imagem de 3 pessoas e pessoas em pé

Em vídeo divulgado nas redes sociais da Prefeitura, servidores fizeram pedidos aos munícipes (Foto: Prefeitura de Presidente Venceslau)
Funcionários do setor de endemias de Presidente Venceslau gravaram um vídeo para as redes sociais da Prefeitura durante a última semana. Na oportunidade, os servidores revelaram situações encontradas em residências do município e passaram dicas aos venceslauenses para que estes possam se prevenir contra a proliferação do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.
A profissional do IEC, Gracinda Dias de Souza, pediu aos munícipes para que percorram a casa para verificarem os recipientes após o dia chuvoso, tais como os bebedouros de uso animal, baldes, brinquedos e outros objetos. Em relação aos bebedouros, o setor aconselha a troca regular da água nestes recipientes, além da higienização com bucha e sabão.
Os vasos de planta também foram citados por Gracinda. Segundo ela, o setor costuma encontrar larvas do mosquito em recipientes deste tipo. "As pessoas costumam deixar abertos e não lavam os recipientes. Qual a nossa orientação? Que troque a água, lave o recipiente e cubra com algodão para que o mosquito não tenha acesso", comentou.
Em recipientes maiores de plantas, o munícipe pode colocar papel alumínio ou até mesmo uma bucha. "O ideal é que se coloque areia no pratinho de planta até que se cubra ele todo. Ou, se não tiver areia, puder colocar uma esponja em volta do pratinho para que assim não fique o acúmulo de água nas bordas. Você dessa forma elimina a possibilidade do mosquito se desenvolver", informou Clésio da Silva, supervisor de campo.
O supervisor solicitou ainda aos munícipes a retirada dos materiais que estão nos quintais e que não possuam mais utilidade. "O ideal é que se recolha e o coloque para reciclagem ou para o lixo. Garrafas pet, latinhas, sacolas ou tampas que ficam no quintal e acumulam água podem servir de criadouro para o mosquito", comentou Clésio.
Antônio Avelino, supervisor de campo vinculado ao setor, também passou orientações gerais sobre como se prevenir e auxiliar no combate ao mosquito. O funcionário reforçou a importância de se fazer a cobertura da caixa d'água com a própria tampa ou sombrite, além de guardar os pneus que não servem mais em locais cobertos. "Façam todos sua parte! #todoscontraadengue!", finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário