Páginas

Pesquisar este blog


12/01/22

 

Três milhões de famílias são incluídas no Auxílio Brasil, chegando a 17,5 milhões de beneficiários em janeiro, afirma ministério

Fila diante de agência da Caixa em Bonsucesso: banco é o único pagador do benefício
Fila diante de agência da Caixa em Bonsucesso: banco é o único pagador do benefício Foto: Fabiano Rocha / fabiano rocha/17.11.2021
Extra
 Foto: Fabiano Rocha / fabiano rocha/17.11.2021

O Ministério da Cidadania informou, nesta terça-feira (dia 11), que 3.069.399 novas famílias foram incluídas no Auxílio Brasil, desde que o programa foi lançado, em novembro, totalizando 17.566.252 benefícios a serem pagos no país em janeiro. A estimativa anterior era de chegar a 17 milhões de pagamentos no início deste ano. Houve, portanto, um acréscimo de mais de 500 mil em relação às projeções iniciais.

O novo benefício de transferência de renda foi governo federal foi pago pela primeira vez em novembro, para 14.496.853 famílias. O programa surgiu em substituição ao Bolsa Família, que esteve em vigor por 18 anos.

Comunicação sobre a concessão

Os cerca de três milhões de beneficiários incluídos no programa já começaram a receber notificações desde a semana passada. Ao entrar no programa, eles recebem, via Correios, no endereço informado por ocasião do cadastramento, duas cartas da Caixa Econômica Federal: a primeira com orientações gerais e a segunda com o Cartão Auxílio Brasil, que permite fazer saques parciais.

Além disso, o beneficiário pode movimentar os recursos pelo app Caixa Tem, incluindo transferências bancárias. Segundo a pasta da Cidadania, os beneficiários podem conferir no extrato de pagamento a “Mensagem Auxílio Brasil” com o valor do benefício.

Os depósitos referentes ao primeiro mês do ano vão começar no próximo dia 18, para os que têm Número de Identificação Social (NIS) de final 1. O cronograma se encerrará no dia 31, para aqueles com NIS de final 0.

O Ministério da Cidadania afirma que a seleção dos contemplados e a concessão dos benefícios podem ocorrer todos os meses. Para que a família seja habilitada ao Auxílio Brasil, é necessário ter os dados atualizados no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal nos últimos 24 meses.

Nos estados do Sudeste

Somente no Estado do Rio, em dezembro de 2021, foram contempladas 965.551 famílias. Agora, em janeiro, serão 1.280.416, ou seja, houve a inclusão de 314.865 beneficiários de um mês para o outro.

Em São Paulo, 1.661.124 famílias haviam sido beneficiadas no fim do ano passado. Agora, serão 2.143.342. Isso significa um acréscimo de 482.218 benefícios.

Em Minas Gerais, houve 1.119.493 pagamentos em dezembro. Em janeiro, serão 1.387.598. Portanto, o Ministério da Cidadania deve pagar neste mês mais 268.105 benefícios.

No Espírito Santo, 201.526 famílias receberam o Auxílio Brasil no fim de 2021. Agora, serão 259.403. Sedo assim, 57.877 novos beneficiários serão contemplados.

Em todo o país

Os estados com mais famílias recém-inscritas no programa são Bahia, com 2,16 milhões, São Paulo (2,14 milhões), Pernambuco (1,39 milhão), Minas Gerais (1,38 milhão), Rio de Janeiro (1,28 milhão) e Ceará (1,27 milhão).

fonte:https://extra.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário