Páginas

Pesquisar este blog


21/09/21

 

O poder da cafeína

Principal aditivo químico da sociedade industrial, o café reduz a fadiga, aumenta o pique para o trabalho e tem ajudado a população a enfrentar a pandemia. Seu consumo vem crescendo


Crédito: Divulgação

(Crédito: Divulgação)

Vicente Vilardaga

Segredo religioso guardado durante séculos pelos muçulmanos, e principal aditivo químico do Iluminismo e da sociedade industrial, o café é uma maravilha da natureza. Em plena pandemia, precisamos dele como nunca para manter o pique, o foco e cumprir nossas tarefas diárias, como o profeta Maomé o usou para restaurar suas forças em momentos difíceis. E tudo sem qualquer efeito colateral para a grande maioria das pessoas. Ele traz doses extras de energia e alegria e poucos resistem a aproveitar suas fabulosas propriedades terapêuticas. Não por acaso, neste momento de crise global, há uma tendência de aumento de consumo do produto. No ano passado, o mercado brasileiro cresceu 1,34%, alcançando 21,2 milhões de sacas, embora tenha sido pressionado pela alta nos preços e pela mudança do modelo de negócio, reorientado dos bares para as residências, por conta das restrições sanitárias. Mesmo com cortes na produção, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) estima em seu último relatório que o consumo brasileiro alcançará 23,7 milhões de sacas em 2021.

Fruta nativa da Etiópia, o café era usado como energético pelos guerreiros locais e passou a ser preparado como bebida no mundo árabe, de onde vieram as primeiras sementes contrabandeadas para a Europa no século 17 e depois para as Américas. Desde então, beber café se tornou um hábito quase indispensável no Ocidente. É um hábito que não se confunde com qualquer tipo de dependência química e que está relacionado com a convivência e a produtividade. Oito em cada dez brasileiros consomem o produto regularmente e querem mais, seja o cafezinho básico ou as versões especiais, com sementes selecionadas e misturas de variedades. Pesquisas da indústria indicam que cada brasileiro bebe em média de 3 a 4 xícaras de café por dia, uma quantidade saudável. O consumo per capita no País gira em torno de 5 Kg por ano.

A cafeína é um alcaloide que dispara uma fascinante reação química no organismo, que envolve vários neurotransmissores, contribuindo para manter a mente desperta e melhorar a cognição. Entre outros benefícios, o café ajuda na concentração, acaba com dores de cabeça e turbina o desempenho dos atletas, aumentando a queima de gordura durante os exercícios. Seu único malefício talvez seja o excesso e a eventual perda de sono, quando consumido durante a noite. “A cafeína inibe o cansaço, contendo a ação de um neurotransmissor chamado adenosina, sinalizador de fadiga”, afirma o neurologista Fábio Porto, professor da Universidade São Camilo. “Ela é o psicoestimulante mais usado no mundo e também o mais seguro que existe”. Segundo Porto, a dose ideal diária para adultos saudáveis com até 70 anos vai de 300 a 400 miligramas por dia, mas isso varia entre cada indivíduo. Ele ressalta que outra característica da substância é sua permanência prolongada no organismo. O efeito mais intenso é atingido uma hora depois do consumo, mas a cafeína ainda causa reflexos no sistema nervoso por até oito horas.

A empresária Isabela Raposeiras, dona da cafeteria Coffee Lab, na Vila Madalena, em São Paulo, não se surpreende com a força do café no mercado, mesmo num momento de retração econômica, mas lembra que a cafeína está longe de ser o único atrativo químico da planta. O produto possui várias substâncias antioxidantes e mais de mil compostos aromáticos, o que lhe proporciona uma infinidade de variações de sabores e outros benefícios para a saúde. As mudanças na forma de consumo do produto são verificadas também nos cafés especiais em que a moagem costuma ser feita na hora, preservando elementos voláteis. Cada vez mais consumidores exigentes moem o grão em casa para aproveitar as melhores propriedades do produto. Existem duas espécies de café, a Coffea arabica e a Coffea canephora, a primeira, a mais consumida no mundo, tem cerca de 1% de cafeína e a segunda, chamada de robusta, 2%. “A cafeína é a droga ideal para ser usada durante a manhã e até o final do dia”, explica Porto. “À noite ela pode não ser tão boa porque é importante diminuir a atividade intelectual e deixar a adenosina atuar.

O café contém várias substâncias antioxidantes e mais de mil compostos aromáticos, o que lhe proporciona uma grande riqueza de sabores e benefícios para a saúde

“Na pandemia, o consumo aumentou pelo fato de se tratar de uma bebida social”, afirma o engenheiro Ensei Neto, consultor em gestão sensorial de bebidas e alimentos. “O café se tornou o símbolo das reuniões pela internet e está sendo muito bebido no home office porque ajuda a concatenar as idéias”. O Brasil é o maior produtor do mundo e o segundo maior consumidor em volume, só superado pelos Estados Unidos. Em consumo per capita, porém, perde de longe da Finlândia, onde cada cidadão consome 12 quilos por ano, para a Noruega e para outros países nórdicos, onde as pessoas vivem muito. É possível que o uso frequente do café até aumente a longevidade. Seja como for, o mundo descobriu há muito tempo que sem cafeína encarar a rotina diária fica muito mais difícil.

R.A. Fórmulas

Dê adeus para as gorduras localizadas! Conheça o Morosil, um extrato seco obtido a partir do suco de laranjas vermelhas Moro. Auxilia no gerenciamento do peso, ajuda a diminuir o colesterol, triglicerídeos e age como antienvelhecimento.

Entre em contato conosco e saiba mais sobre esse poderoso ativo emagrecedor!
📞 (18) 3272-2181 | 📲 (18) 99795-1437⠀
Mais informações ➡https://linktr.ee/RAformulas
📍 Endereço: Av. Dom Pedro II, 358, Presidente Venceslau-SP. ⠀
RA Fórmulas, o princípio que nos deixa ativos é força de vontade

Pode ser uma imagem de texto que diz "CD SEUPORESALVES RA ormulas Morosil RMÁCIA RAVormulas DE MANIPULAÇÃO MOROSIL IMAGEM 60 CÁPSULAS Dê adeus para as gorduras localizadas! Conheça o Morosil, um manipulado altamente indicado para quem quer realizar controle e gerenciamento do peso RA órmulas AI"

 

Vendas no comércio paulistano crescem 14,6% na 1ª quinzena de setembro


Vendas no comércio paulistano crescem 14,6% na 1ª quinzena de setembro


As vendas no comércio da cidade de São Paulo cresceram 14,6% nos primeiros 15 dias deste mês de setembro, revelou a Associação Comercial de São Paulo (ACSP). A comparação é com o mesmo período do mês de agosto.

Quando comparado às duas primeiras semanas do mês de setembro de 2020, quando havia mais restrições relacionadas à pandemia da covid-19, o crescimento foi de 24,4%.

Segundo a associação, a recuperação no comércio paulistano vem ocorrendo desde maio, impulsionado pelo Dia das Mães, por uma maior flexibilização no funcionamento dos estabelecimentos e pelo aumento da vacinação. Para a ACSP, o setor deve voltar a crescer no próximo ano.

“Hoje, ainda estamos recuperando o que foi perdido a partir do distanciamento social que começou no início de 2020”, disse Marcel Solimeo, economista-chefe da ACSP. “Só podemos considerar crescimento depois que atingirmos e superarmos os números de antes da pandemia”, explicou.

A Vantajosa Móveis

 


BDM O SEU DINHEIRO DIGITAL

 

Farmais

 

 

SP: Mulher é presa após atropelar o namorado


Crédito: Reprodução/EPTV

A Polícia Civil prendeu uma mulher, de 24 anos, acusada de atropelar de propósito o namorado, que andava a pé em uma calçada, em Ribeirão Preto (SP), no domingo (19). O rapaz, que também tem 24 anos, teve fratura exposta na perna direita, foi encaminhado para um hospital e passou por cirurgia. As informações são do G1.

Câmeras de segurança flagraram o momento em que a motorista fez uma manobra para cima de um canteiro, depois retornou para a rua e acelerou em direção ao rapaz. Conforme testemunhas, o casal teria tido uma discussão durante uma festa.

A motorista foi presa em flagrante pela Polícia Militar. Ela se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas os PMs notaram sinais de embriaguez. O veículo dela foi apreendido.

 

Caçador mata crocodilo que tinha artefato histórico no estômago


Crédito: Reprodução

Um caçador dos Estados Unidos matou um crocodilo de quase quatro metros de comprimento no Mississipi. De acordo com informações do portal de notícias R7, mais tarde, ele descobriu que tinha um artefato histórico de pelo menos 5 mil anos antes de Cristo dentro do estômago do animal.

O crocodilo foi levado pelo caçador até um homem identificado como Shane Smith, que foi quem fez a descoberta. De acordo com o portal local Mississipi Clarion Ledger, foram encontrados dois objetos incomuns dentro do crocodilo.

Um deles era algo que parecia claramente uma ponta de flecha de pedra quebrada e outra peça que não pôde ser identificada. Depois, durante uma análise mais aprofundada, foi descoberto que não se tratava de uma ponta de flecha, mas sim uma ponta usada em uma arma ainda mais primitiva: uma ponta de dardo atlat.

Eletro Força Ferramentas

  

Rede Postos Luizão

 


Receita das 18

 

Bolo-pudim de chocolate: conheça receitas para lá de especiais!

Essas sobremesas deliciosas vão adoçar ainda mais o seu dia!

Autor: Raphaela Ribeiro


Que tal unir duas iguarias igualmente amadas pelos brasileiros em uma só sobremesa deliciosa e inovadora? Com o bolopudim de chocolate isso é possível!

Essa sobremesa diferentona é perfeita para quem quer fugir do comum e arriscar na cozinha, produzindo receitas especiais e surpreendentemente gostosas!

Se esse é o seu caso, não deixe de conferir as receitas de bolo-pudim de chocolate do Guia da Cozinha. Coloque a mão na massa agora mesmo!

 

7 receitas diferentes de bolo-pudim de chocolate para provar e aprovar

 

Bolo-pudim de chocolate

Foto: Guia da Cozinha

Tempo: 1h30 (+1h de geladeira)
Rendimento: 12 porções
Dificuldade: fácil

Ingredientes

  • 150g de manteiga em temperatura ambiente
  • 4 ovos
  • 3/4 de xícara (chá) de leite
  • 1 e 1/4 de xícara (chá) de açúcar
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1/2 xícara (chá) de chocolate em pó
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • Margarina e farinha de trigo para untar
  • 250g de chocolate branco em raspas para decorar

Creme

  • 8 gemas
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 xícaras (chá) de leite

Cobertura

  • 1 vidro de leite de coco
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 gema

Modo de preparo

Bata todos ingredientes líquidos da massa no liquidificador, em uma tigela, junte o líquido batido com os ingredientes secos e bata bem até ficar homogêneo. Despeje a massa em uma fôrma retangular de 35cm x 25cm untada e enfarinhada. Bata no liquidificador os ingredientes do creme e jogue sobre a massa ainda crua. Leve ao forno médio por 45 minutos. Deixe esfriar e desenforme. Em uma panela, junte os ingredientes da cobertura. Leve ao fogo médio e cozinhe até engrossar. Despeje a cobertura sobre o bolo assado e por último, coloque as raspas de chocolate. Leve à geladeira por 1 hora.

 

Bolo-pudim de chocolate com maracujá

Bolo-pudim de chocolate com maracujá

Foto: Guia da Cozinha

Tempo: 1h20 (+2h de geladeira)
Rendimento: 10 porções
Dificuldade: fácil

Ingredientes

  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 1 xícara (chá) de água

Bolo

  • 3 ovos
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 1/2 xícara (chá) de chocolate em pó
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó

Pudim

  • 4 ovos
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1/2 xícara (chá) de suco de maracujá concentrado
  • 3 colheres (sopa) de maisena

Modo de preparo

Para a calda, coloque o açúcar e a água em uma panela e leve ao fogo médio até dissolver e formar um caramelo dourado, sem mexer. Despeje em uma fôrma de buraco no meio de 26cm de diâmetro, espalhando. Reserve. Para o bolo, misture os ovos, o açúcar, o leite, o óleo, o chocolate em pó, a farinha e o fermento em uma tigela até ficar homogêneo. Reserve. Para o pudim, coloque os ovos, o leite condensado, o leite, o suco de maracujá e a maisena no liquidificador e bata por 1 minuto. Despeje na fôrma caramelada e por cima coloque com cuidado a massa de bolo. Leve ao forno médio, preaquecido, em banho-maria, por 45 minutos ou até firmar. Retire, deixe esfriar e leve à geladeira por 2 horas. Retire, desenforme e sirva.

 

Bolo-pudim de chocolate com leite em pó

Bolo-pudim de chocolate com leite em pó

Foto: Guia da Cozinha

Tempo: 1h20 (+2h de geladeira)
Rendimento: 10 porções
Dificuldade: fácil

Ingredientes

  • 200g de chocolate meio amargo picado
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 1 caixa de creme de leite (200g)

Bolo

  • 3 ovos
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 1/2 xícara (chá) de chocolate em pó
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó

Pudim

  • 4 ovos
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 e 1/3 de xícara (chá) de leite
  • 1/2 xícara (chá) de leite em pó
  • 2 colheres (sopa) de maisena

Modo de preparo

Para o bolo, misture o ovo, o açúcar, o leite, o óleo, o chocolate em pó, a farinha e o fermento em uma tigela com um batedor manual ou colher até ficar homogêneo. Reserve. Para o pudim, no liquidificador, coloque os ovos, o leite condensado, o leite, o leite em pó, a maisena e bata por 1 minuto. Despeje o pudim em uma fôrma de buraco no meio de 26cm de diâmetro untada, e sobre ele, coloque com cuidado a massa de bolo. Leve ao forno médio, preaquecido, em banho-maria, por 45 minutos ou até firmar. Retire, deixe esfriar e leve à geladeira por 2 horas. Em banho-maria ou no micro-ondas, derreta o chocolate com a manteiga. Acrescente o creme de leite e misture até homogeneizar. Desenforme o bolo-pudim e regue com a ganache. Sirva.

 

Bolo-pudim de café com chocolate

Foto: Guia da Cozinha

Tempo: 1h10 (+2h de geladeira)
Rendimento: 8 porções
Dificuldade: fácil

Ingredientes

  • 5 ovos
  • 1 pão francês amanhecido picado
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 colher (sopa) de maisena
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1/2 xícara (chá) de café pronto coado
  • 2 colheres (sopa) de chocolate em pó
  • 1 xícara (chá) de gotas de chocolate ao leite

Calda

  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1/2 xícara (chá) de água

Modo de preparo

Para a calda, leve uma panela ao fogo baixo com o açúcar e a água até formar um caramelo dourado. Espalhe em uma fôrma de bolo inglês média e reserve. Bata no liquidificador os ovos, o pão, o leite condensado, a maisena, o leite, o café e o chocolate por 1 minuto. Despeje na fôrma e leve ao forno médio, preaquecido, em banho-maria, por 15 minutos. Retire, espalhe metade das gotas de chocolate e volte ao forno por 30 minutos ou até firmar e dourar. Deixe esfriar e leve à geladeira por 2 horas. Desenforme, decore com as gotas restantes e sirva.

 

Bolo-pudim de cenoura e chocolate

Foto: Guia da Cozinha

Tempo: 1h20 (+4h de geladeira)
Rendimento: 10 porções
Dificuldade: fácil

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de óleo
  • 2 cenouras picadas
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
  • 3 ovos
  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó químico

Pudim

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de leite (use a lata vazia de leite condensado vazia para medir)
  • 1 xícara (chá) de chocolate em pó
  • 1 colher (sopa) de maisena

Calda

  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1/2 xícara (chá) de água

Modo de preparo

Para a calda, em uma panela, leve ao fogo médio o açúcar e a água, sem mexer, até que forme um caramelo dourado. Espalhe em uma fôrma de 30cm de diâmetro e deixe esfriar. Bata os ingredientes do bolo no liquidificador e coloque sobre a calda na fôrma. Bata os ingredientes do pudim no liquidificador e coloque na fôrma, sobre o bolo, com cuidado. Leve ao forno médio, preaquecido, por 1 hora em banho-maria. Deixe esfriar e leve à geladeira por 4 horas. Desenforme e sirva.

 

Bolo-pudim de chocolate com laranja

Foto: Guia da Cozinha

Tempo: 1h20 (+2h de geladeira)
Rendimento: 8 porções
Dificuldade: fácil

Ingredientes

  • 5 ovos
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 colher (sopa) de maisena
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de leite
  • 4 colheres (sopa) de chocolate em pó

Calda

  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1/2 xícara (chá) de água

Bolo

  • 1 xícara (chá) de suco de laranja
  • 3 ovos
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 2 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1/2 xícara (chá) de maisena
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • Óleo e farinha de trigo para untar

Modo de preparo

Para a calda, coloque em uma panela o açúcar, a água e misture em fogo baixo até formar um caramelo dourado. Despeje em uma fôrma grande de buraco no meio e reserve. Para o pudim, bata no liquidificador os ovos, o leite condensado, a maisena, o leite e o chocolate em pó até ficar homogêneo. Desligue e despeje na fôrma caramelizada. Para o bolo, bata no liquidificador o suco, o ovo, o açúcar e o óleo até ficar uniforme. Transfira para uma tigela e adicione a farinha, a maisena, o fermento e misture com uma colher. Delicadamente, despeje o bolo na fôrma sobre o pudim e leve ao forno médio, preaquecido, em banho-maria, por 1 hora ou até assar e dourar. Retire, deixe amornar e leve à geladeira por 2 horas. Retire, desenforme e sirva em seguida.

 

Bolo-pudim de chocolate e morango

Bolo-pudim de chocolate e morango

Foto: Guia da Cozinha

Tempo: 1h (+5min de descanso)
Rendimento: 8 porções
Dificuldade: fácil

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de açúcar

Pudim

  • 2 ovos
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1 xícara (chá) de mistura para leite sabor morango tipo Nesquik®

Bolo

  • 3 ovos
  • 6 colheres (sopa) de açúcar
  • 6 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 1/2 colher (chá) de fermento em pó
  • 1 xícara (chá) de chocolate em pó

Modo de preparo

Coloque o açúcar em uma fôrma de buraco no meio de 20cm de diâmetro e leve ao fogo médio até obter um caramelo. Deixe esfriar. Bata no liquidificador os ingredientes da massa do bolo e coloque na fôrma caramelizada. Reserve. Para o pudim, bata todos os ingredientes no liquidificador e coloque sobre a massa do bolo. Leve ao forno alto, preaquecido, em banho-maria, por 45 minutos ou até dourar. Deixe descansar por 5 minutos e desenforme. Deixe esfriar e sirva.

No Lojão do Amigo Bonfim TEM!!!

 


Nenhuma descrição de foto disponível.

Não consegue emagrecer? A culpa pode ser dos hormônios; entenda

 

Shutterstock

A pessoa acorda cedo todos os dias, toma um café da manhã equilibrado, com boas quantidades de proteínas, carboidratos complexos e gorduras saudáveis. Sai de casa e já faz uma caminhada ou uma corrida leve antes de começar a trabalhar. Durante o expediente realiza pequenas pausas para comer uma fruta ou tomar um iogurte. Nunca esquece de beber água, pois sempre anda com uma garrafinha ao lado. No almoço, nada de besteiras ou sobremesas. Antes de voltar para casa vai para a academia e realiza um bom treino de musculação. À noite mantém o foco na dieta, não assalta a geladeira e ainda dorme cedo.

Faz tudo isso, mas não consegue emagrecer e perder aquela barriguinha que tanto lhe incomoda. O que será que está acontecendo? Provavelmente alguma oscilação do eixo hormonal está sabotando os seus objetivos. "Os hormônios são substâncias químicas responsáveis por controlar diversas funções do nosso corpo. Elas são produzidas e lançadas no sangue pelo sistema endócrino ou por neurônios especializados, funcionando como um sinalizador celular", explica a endocrinologista e especialista em emagrecimento Bruna Marisa.

De acordo com a especialista, existem alguns hormônios que podem interferir diretamente no processo de emagrecimento. Regular a produção dessas substâncias pode ser a chave para alcançar o condicionamento físico desejado. Por isso, a médica elencou quais hormônios merecem a atenção de quem deseja perder gordura corporal. Confira:

1.Tireoide

Os hormônios produzidos na tireoide possuem uma grande influência no metabolismo do corpo. Ou seja, eles podem ditar o gasto calórico diário que uma pessoa tem apenas para se manter viva. Em casos de hipotireoidismo – quando existe uma baixa atividade da tireoide – esse gasto energético pode diminuir e dificultar o processo de emagrecimento. Mas não impede a queima de gordura. "Dizer que ganhou 10 ou 20 quilos por problemas na tireoide é falso. Nesses casos, pode haver uma junção do hipotiroidismo mal controlado com a má alimentação, os gastos energéticos e a falta de atividade física", conta a médica.

2.Testosterona

Ao contrário do que algumas pessoas podem imaginar, a testosterona não é um hormônio presente apenas no organismo dos homens. Ela também está presente nas mulheres e – mesmo em quantidades menores – tem funções fundamentais para o bom funcionamento do corpo e o bem-estar. A substância está diretamente ligada ao ganho de massa magra e à queima de gordura. Alguns medicamentos, como anticoncepcionais, podem inibir a produção de testosterona e atrapalhar o processo de emagrecimento. A recomendação da Dra. Marisa é que a pessoa procure um médico para investigar e avaliar o caso.

3.Cortisol

O famoso hormônio do estresse. O cortisol é liberado pelo organismo quando ele se encontra em situações de perigo ou momentos de pressão. A substância serve como uma espécie de defesa, que deixa o corpo em alerta para uma situação estressante. Porém, quando se acumula situações desse gênero e não se extravasa, as consequências podem ser ruins para o organismo e até mesmo frear o processo de emagrecimento. "O segredo é saber gerenciar esses conflitos e lidar com os problemas ao invés de ficar apenas remoendo. A diferença está em como você vai encarar e reagir aos acontecimentos para que isso não interfira negativamente na sua saúde", aconselha a Dra. Marisa.

4.GH

Hormônio responsável pelo crescimento e pela reprodução celular. Fundamental para um bom funcionamento metabólico e, consequentemente, para o emagrecimento. Ele costuma ser produzido durante a noite e, por isso, depende muito da qualidade do sono. Pessoas muito atarefadas e que acabam dormindo pouco podem apresentar carências de GH e isso interfere diretamente na perda de peso e na saúde como um todo.

Como identificar problemas hormonais

A melhor maneira de descobrir se o organismo está com alguma deficiência na produção de hormônios é realizar exames periódicos. O famoso check-up a cada seis meses vai servir como um guia para os médicos avaliarem de perto o funcionamento do corpo e identificarem possíveis carências.

"Depois de uma minuciosa avaliação médica, se for preciso, a reposição hormonal, tanto feminina quanto masculina, pode ser feita, principalmente quando repercute no corpo e na mente, porque ela está totalmente ligada aos hormônios", finaliza a especialista em emagrecimento.

Fonte: Alto Astral

Redação SD