Páginas

Pesquisar este blog

30/04/21

 

Eliminado do ‘BBB 21’, Arthur destaca relação com Carla Diaz como ponto alto na casa e admite sua ‘imaturidade’

Por:
Arthur Picoli
Arthur Picoli Foto: João Cotta/Rede Globo/Divulgação

Foto: João Cotta/Rede Globo/Divulgação

Após deixar a casa “Big Brother Brasil 21” com 61,34% dos votos de um paredão com Pocah e Camilla de Lucas, Arthur Picoli falou sobre sua trajetória no reality, numa entrevista divulgada pela Rede Globo nesta quarta-feira, dia 28. Ao comentar seus melhores momentos no programa, o instrutor de crossfit destacou as festas da edição, as voltas dos paredões – ele enfrentou seis no total – e também a vez em que escapou da berlinda numa prova do “Bate e volta”. Ele citou ainda o conturbado relacionamento que teve com a atriz Carla Diaz no confinamento.

“Por mais que tenham acontecido algumas questões por conta da minha imaturidade ou falta de experiência, eu também coloco a minha relação com a Carla como um dos meus melhores momentos dentro da casa”, disse o agora ex-BBB.


Arthur Picoli Foto: João Cotta/Rede Globo/Divulgação
Viver um romance no confinamento não estava nos planos do brother: “Mas não me arrependo também de ter encontrado, conhecido a Carla e ter me relacionado com ela. Nem um pouco”.

O instrutor de crossfit ainda quer ter uma chance de conversar com a atriz: “Uma das primeiras coisas que eu quero resolver aqui fora é essa. Mesmo que seja para a gente sentar e ter uma conversa para escutar o que eu não quero. Eu quero, sim, ver o que ela tem para falar e também quero pedir desculpas por qualquer coisa. E a partir daí a gente vê se compensa. Eu fiquei muito feliz porque soube que tem muita gente que gostou de nós juntos. Isso me confortou de certa forma e me deixou mais tranquilo. Tem gente que ainda shippa o casal, e já faz mais de um mês que a gente não se vê. As pessoas ainda estão na esperança. Eu não vou gerar expectativa, mas é algo que eu quero conversar e, se for da vontade de ambos, vamos tentar. Vai ser muito bom não ter que votar em ninguém e ter a relação ao mesmo tempo (risos)”.

Para Arthur, a pior parte do jogo foram as três semanas seguidas em que esteve no paredão: “Eu fiquei muito triste e vieram à tona sentimentos de coisas que eu já vivi aqui fora, uma mania de perseguição, de achar que eu estava sendo rejeitado pela casa por estar recebendo voto em várias semanas. As perdas dos meus amigos e da Carla, que foi para o paredão falso e duas semanas depois foi eliminada no paredão real, também foram difíceis”.

Siga-me no Twitter @zeanbravo e no Instagram @zean.bravo

fonte:https://extra.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário