Páginas

Pesquisar este blog

29/04/21

Estudo irá imunizar toda a população adulta de Botucatu, no interior de SP

 


Sérgio Lima/Poder360 

Um estudo do Ministério da Saúde vai vacinar todas as pessoas adultas da cidade de Botucatu. Serão 106 mil pessoas imunizadas com a vacina da AstraZeneca para testar qual é a eficácia do imunizante contra variantes do coronavírus.

Uma data para o início do estudo ainda não foi definida, mas os detalhes técnicos sim. A pesquisa vai durar 8 meses e todas as pessoas que receberem a vacina e tiverem a covid-19 terão o sequenciamento genético do vírus realizado. Dessa forma, os pesquisadores poderão saber quais variantes são mais resistentes à imunização.

Todos os casos positivos, num período de oito meses de estudo, serão sequenciados para saber exatamente qual é a cepa e avaliar exatamente qual é a efetividade da vacina da AstraZeneca com relação a casos graves, internação, necessidade de ventilação mecânica e óbito“, disse secretário municipal de Saúde de Botucatu, André Spadaro, durante apresentação do estudo.

O rastreamento genético do vírus será facilitado porque a cidade conta com uma unidade do Hospital das Clínicas da Unesp (Universidade Estadual de São Paulo). A universidade irá participar do estudo em conjunto com o Ministério da Saúde.

Outros participantes são: a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), que produz a vacina no Brasil, a AstraZeneca, a Universidade de Oxford, a Fundação Gates e a Embaixada do Reino Unido.

A pesquisa já foi aprovada pela Conep (Comissão Nacional de Ética em Pesquisa). As doses para a vacinação em massa serão doadas pelo PNI (Programa Nacional de Imunização). A data no início da vacinação em massa ainda não foi divulgada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário