Páginas

Pesquisar este blog

02/05/21

 

É possível evitar a caspa? Rodrigo Cintra tira suas dúvidas

Água quente, produtos aplicados na raiz e até mesmo stress podem desencadear a doença

RODRIGO CINTRA / Revista Máxima


Rodrigo Cintra fala sobre como evitar a caspa
Rodrigo Cintra fala sobre como evitar a caspa - Freepik

No salão sempre ouço reclamações sobre a dermatite seborreica, ou seja, a caspa. Ela acontece por vários fatores, como o excesso de oleosidade natural dos fios, principalmente quando se usa muita água quente (que irrita e resseca o couro cabeludo) ou o secador, a falta de lavagens constantes, principalmente no inverno. Tem mais: stress, alimentação rica em gorduras e até alterações hormonais podem estimular as glândulas sebáceas e levar a essa descamação.


Você não é a única

A atriz e modelo Tyra Banks abriu o jogo sobre a caspa, fez um breve relato dizendo que todas as vezes que passava a mão no seu couro cabeludo, derrubava os floquinhos brancos na sua roupa e isso a deixava super incomodada.

Evite a água quente

Ela provoca ressecamento, descamação e aumento de oleosidade no couro cabeludo. Por isso, evite e se acostume com a água mais morna ou fria. No inverno, se não tiver jeito, diminua o tempo de lavagem

Não durma com os fios molhados

Principalmente quem tem os fios longos e em época de frio, lave os fios pela manhã para secarem até o final do dia. Quando você dorme com as madeixas úmidas, faz com que o couro cabeludo seja um local ideal para o surgimento de fungos e da caspa.

Produtos na raiz: quais devo usar?

Leia o rótulo e veja se é indicada a aplicação daquele produto no couro cabeludo. Grande parte dos condicionadores, leave-ins e cremes para a hidratação não são formulados para serem passados na região, exatamente por aumentarem a oleosidade ou obstruírem o folículo piloso – o que pode levar ainda a queda. Deixe pelo menos um centímetro de distância da raiz.

Considere ainda que a caspa pode ser formada por algum ativo. Se você sentir que o problema está aumentando toda vez que você usa um determinado produto, interrompa o uso imediatamente para não agravar o problema.

Dê um tempo no uso do secador

Se não for possível, use em dias alternados, já que o ar quente contribui para o aumento da oleosidade. E mais: mantenha uma certa distância da raiz durante a secagem, pelo menos 20 centímetros. Sempre finalize com um jato de ar frio.

Consulte um profissional

Converse com o seu cabeleireiro sobre o problema e procure ainda seu dermatologista. Só assim é possível receber um diagnóstico certeiro e partir para o tratamento adequado ou mudança de hábitos.


O hairsylist Rodrigo Cintra é colunista da Máxima e todas as sextas-feiras temos conteúdo novo do profissional número 1 no mercado de beleza brasileiro, com dicas de penteados, corte, coloração e muito mais!

Instagram: @RodrigoCintra

Twitter: @RodrigoCintra_

Youtube: Rodrigo Cintra

Nenhum comentário:

Postar um comentário