Páginas

Pesquisar este blog

03/05/21

Dengue: cuidados precisam ser mantidos durante pandemia

Nenhuma descrição de foto disponível.

Foto: Freepik
Municípios da região trazem balanço com os dados de confirmações deste ano e falam sobre evolução durante o período
REGIÃO - GABRIEL BUOSI de O Imparcial de Presidente Prudente
Por mais que a Covid-19 ainda seja a grande preocupação do momento, e com razão, as autoridades de saúde de todo o país alertam para que cuidados com outras doenças sazonais, e que também trazem riscos à população, não sejam deixados de lado, como é o caso da dengue. Na região de Presidente Prudente, por exemplo, nos 15 municípios em que há a circulação do jornal O Imparcial, somente neste ano já foram confirmados pelo menos 915 casos de dengue.
Na maior cidade do oeste paulista, os números acumulados do ano mostram que foram pelo menos 434 casos confirmados, o que traz uma sensação de alerta para a cidade. “Penso que precisamos sim conversar com a população, pois, por mais que as nossas equipes desempenhem um trabalho de excelência na cidade, ainda dependemos da ajuda da população para este cuidado”, afirma a supervisora da VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal) de Presidente Prudente, Elaine Bertacco.
Ela ressalta que assim que surge uma notificação que pode resultar em um caso positivo de dengue, equipes da vigilância são direcionadas para o trabalho de bloqueio dos criadouros e orientação popular. Logo em seguida, com a confirmação de um caso, outra equipe se desloca para as redondezas da moradia do caso em questão para a nebulização. “O que temos encontrado, no entanto, são pessoas que mesmo com sintomas não buscam por assistência, o que não gera uma notificação, e dificulta o trabalho”. Por isso, independente do sintoma, que inclusive pode ser por vezes confundidos com a Covid-19, a orientação é a de sempre buscar ajuda de um profissional de saúde.
Em Santo Anastácio, neste ano todo, apenas três casos foram confirmados pela Prefeitura, o que foi motivo de alegria pela administração. “É uma redução bastante significativa, pois, no ano passado, no mesmo período, já haviam sido registrados mais de 417 casos positivos no município”, pontuou a secretária da Saúde, Selma Zambelli. A Prefeitura afirma acreditar que o número de casos da dengue em queda se dá devido às ações em parceria com a sociedade, para detectar e eliminar os criadouros do mosquito que, além da dengue, transmite também a chikungunya e o zika vírus.
Presidente Venceslau
Notificações -57
Confirmações - 37
Em investigação -

Nenhum comentário:

Postar um comentário