Páginas

Pesquisar este blog

02/05/21

Iguais

Pode ser uma imagem de 2 pessoas e pessoas praticando esportes

 (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
O Santos buscou o empate e até ensaiou uma virada contra o Red Bull Bragantino, na noite deste sábado, mas teve um golaço anulado pelo VAR no estádio Nabi Abi Chedid e precisou se contentar com o 1 a 1, resultado suficiente para assegurar a classificação da equipe de Bragança para as quartas de final do Paulistão. Claudinho colocou o Massa Bruta na frente, e Lucas Braga empatou para o Peixe, que segue ameaçado de eliminação na primeira fase do campeonato. O empate quebrou uma série de quatro derrotas do Santos na temporada.

Na tabela
Com o empate, o Santos foi a dez pontos, na terceira colocação do Grupo D, com um ponto a menos e um jogo a mais do que o Guarani, o atual segundo classificado – e que neste domingo recebe o Novorizontino. O Bragantino foi a 22, na liderança do Grupo C, e tem a classificação assegurada, mas ainda precisa confirmar a primeira colocação.


Próximos jogos
O Santos volta a campo já na próxima terça-feira. Tentando se recuperar na Libertadores, recebe o The Strongest, da Bolívia. Dois dias depois, tem clássico pelo Paulistão: encara o Palmeiras na casa do rival. O Bragantino joga na quarta-feira, pela Sul-Americana, em casa, contra o Talleres, da Argentina.
No limite
Jean Mota fez um golaço, uma pintura. E não valeu. Aquele que seria o gol da virada do Santos foi anulado após revisão do VAR, que usou as linhas para detectar impedimento de Marinho.
Fim do jejum
Fazia quatro jogos que o Santos não anotava um gol. A seca terminou na largada do segundo tempo, quando Lucas Braga recebeu de Marinho e fez um bonito gol.
Sempre ele
Claudinho caiu de rendimento no segundo tempo, mas, antes disso, comandou o Bragantino, criou jogadas, distribuiu passes e, de quebra, fez o primeiro gol da partida, após erro na saída de bola de Pará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário