Páginas

Pesquisar este blog

16/06/21

Funcionária de padaria é agredida e tem braço quebrado após pedir para cliente usar máscara

O homem estava com a máscara de proteção na altura do queixo e agrediu a funcionária após ser advertido para utilizá-la de maneira correta



POR O DIA
Na última sexta-feira (11), Adriana Araújo da Silva, funcionária de uma padaria de Palmares Paulista, em São Paulo, foi agredida e teve seu braço quebrado após pedir para um cliente utilizar máscara de proteção contra a covid-19 no estabelecimento. As informações são do G1.
Segundo relatos da vítima, o homem, de 45 anos, estava com a máscara de proteção na altura do queixo e ficou nervoso após ser advertido para utilizá-la de forma correta. Logo em seguida ele invadiu o local onde a funcionária estava e, ao tentar fugir, Adriana foi agredida com uma rasteira e um chute em um dos braços.
A funcionária conta que conseguiu fugir até outra padaria perto do local, onde o homem a agrediu com uma joelhada no rosto e bateu também no dono do estabelecimento. Os moradores do local chegaram a intervir e agredir o cliente, além de entrarem em contato com a Polícia Militar.
Segundo informa o boletim de ocorrência, o agressor foi levado ao pronto-socorro e precisou de medicação para ser contido. Ele chegou a ser levado à delegacia, mas foi liberado na presença do advogado, sem prestar depoimento ao delegado de plantão.

A vítima foi encaminhada a um hospital em Catanduva (SP) e passou por uma cirurgia, por conta da fratura em um dos braços. Ela teve alta no domingo (13).



Nenhum comentário:

Postar um comentário