Páginas

Pesquisar este blog

08/06/21

Sauna e banho quente não substituem a atividade física

 


 Shutterstock

Os pesquisadores da Coventry University, no Reino Unido, estão estudando os benefícios que a sauna traz para o corpo do indivíduo em relação às atividades físicas, por meio de poucos esforços. Até então, o que se descobriu foi que o corpo produz os mesmos sinais que são apresentados em uma corrida, como: aumento da frequência cardíaca, produção de suor e corpo aquecido.

No entanto, na contramão dessa prática, Tauan Gomes, o personal trainer e educador físico na X-Concept,  explica que “a prática desta manobra não vai influenciar diretamente no perfil de sedentarismo do indivíduo, visto que ele não vai se movimentar para obter os resultados desejados e não vai mudar um hábito de vida”.

O personal ainda acrescenta que mesmo que a sauna apresente sinais similares ao de um exercício físico, isso não vai impedir da pessoa desenvolver doenças, o qual uma atividade física regular ajuda a prevenir. “Ele ainda corre o risco de sofrer consequências com doenças cardiovasculares, pressão alta, AVC, síndrome metabólicas, diabetes e também a depressão”.

Não se deve substituir o treino pelo banho de banheira

Os cientistas também visam com as análises buscar uma alternativa para pessoas que, por motivos de saúde, não podem fazer atividades físicas. Porém, o educador físico reforça que movimentar o corpo faz bem tanto para o corpo como para a mente, e que esses indivíduos podem realizar exercícios ao ar livre, de forma moderada, pois os benefícios vão além da perda de peso.

“Além de manter o seu corpo empenhando a atividades do dia-a-dia com maior aptidão, o exercício físico promove benefícios que o banho de imersão não trás como: o aumento de massa muscular, controle do peso, melhora da felicidade, melhora flexibilidade e também a socialização em seu meio”, disse o especialista.

“Vale lembrar também que o banho de imersão com água fria tem vantagens para atletas que praticam atividade de endurece, mas não é indicado para indivíduos que praticam musculação com objetivo de hipertrofia por conta de retardar o processo de recuperação após o rompimento das fibras no treino específico de força”, finalizou.

Eduardo Nunes




Nenhum comentário:

Postar um comentário