Páginas

Pesquisar este blog


21/07/21

Auxiliar de Enfermagem de Venceslau é denunciada na polícia após tomar 3ª dose da vacina contra Covid

Pode ser uma imagem de 1 pessoa

Por: Wagner Bueno/Portal Bueno
Uma auxiliar de enfermagem de Presidente Venceslau é alvo de um Boletim de Ocorrência registrado na última terça-feira (20) pela Vigilância Epidemiológica venceslauense. Ela tomou de forma indevida uma terceira dose da vacina contra a Covid-19, o que con figura crime segundo especialistas.
De acordo com Grazy Feriani, Chefe da Viligância do município, a profissional de saúde que reside em Presidente Venceslau e atua no Hospital Regional de Presidente Prudente, já havia sido imunizada com as duas doses da CoronaVac nos meses de janeiro e fevereiro por ser da linha de frente da saúde. Já nesta segunda-feira, a enfermeira ficou na fila da vacina e recebeu uma terceira dose da AstraZeneca.
“Quando a equipe lançou no sistema os dados da paciente, ficou constatado que ela já havia sido imunizada, e portanto, não poderia receber mais a vacina. Em posse dos documentos fui até a polícia onde está registrado um boletim para adoção das medidas legais”, explicou Grazy.
“Importante divulgar isso para que futuras pessoas que tenham esse pensamento não realizem tal ato”, finalizou a chefe do setor.
Tomar terceira dose pode resultar em prisão
Quem for flagrado escondendo a própria imunização contra o coronavírus, para tomar uma terceira dose da vacina, estará cometendo um crime. A pessoa poderá responder por estelionato, com pena de um a cinco anos de prisão, acrescida em um terço por ser praticada contra o poder público. Além disso, uma multa pode ser estipulada por um juiz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário