Páginas

Pesquisar este blog


16/07/21

Filhotes de cachorros nascidos em bueiro de 20 metros são resgatados em Regente Feijó

Pode ser uma imagem de cão

Fotos: Dulce Mara Barcello

Grupo de amigos solicitou apoio do Corpo de Bombeiros para retirar os animais do cano no Centro da cidade. Arisca, cadela que deu cria ainda não foi recolhida.
Por Aline Costa, G1 Presidente Prudente
Dez filhotes de cachorros foram resgatados nesta quarta-feira (14) de um bueiro no Centro de Regente Feijó (SP). De acordo com o Corpo de Bombeiros, os animais estavam em um cano de 20 metros, dentro do bueiro, há aproximadamente oito dias.
Ao G1, Dulce Mara Barcello, integrante do grupo Amigos em Ação, que trabalham em prol de animais que estão nas ruas, contou que recebeu pedidos de ajuda da população sobre uma cachorrinha que estava prenha há algum tempo.
"Nós tentamos resgatá-la quando ainda estava prenha, mas ela é muito arisca, então, não conseguimos. No sábado [10 de julho] fomos informados de que ela teria dado cria no bueiro do Centro da cidade. Fui até lá com um voluntário do nosso grupo, o Éder Caio, que entrou no bueiro, mas não conseguiu encontrar os filhotes. Continuamos monitorando a situação", falou.
Nesta quarta-feira (14), Dulce contou que tiveram certeza de que os filhotes estavam mesmo no bueiro e foi quando acionaram o Corpo de Bombeiros, que auxiliou no resgate.
"Nosso voluntário voltou a entrar no bueiro e encontrou os animais. Era um local muito estreito e não tinha acesso para entrar. Foi solicitada a ajuda da Prefeitura e dos bombeiros. Felizmente conseguimos resgatar os 10 filhotes", acrescentou.
Dulce disse ao G1 que a mãe dos cachorrinhos ainda não foi encontrada, mas pede a ajuda da população para ajudar no resgate do animal e poder juntar a família novamente.
"Neste momento os filhotes, que são seis machos e quatro fêmeas, estão conosco, passaram a noite comigo, porque eles precisam ser amamentados. A mãe, por ser arisca, nós não conseguimos pegar ainda, estamos contando com a ajuda da população para juntar a família e dar a eles um final feliz. Nós não podíamos deixar os filhotes onde estavam, porque se chovesse, eles morreriam afogados", pontuou ao G1.

Pode ser uma imagem de ao ar livre
Fotos: Dulce Mara Barcello

Nenhum comentário:

Postar um comentário